Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 12 de março de 2017

Corinthians usa time misto e empata contra bom time da Ponte Preta em Campinas! - Marcos Doniseti!

Corinthians usa time misto e empata contra bom time da Ponte Preta em Campinas! - Marcos Doniseti!

No fim das contas o Corinthians empatou fora de casa jogando contra a Ponte Preta, que é o melhor time do interior (ao lado do Mirassol), mesmo usando um time misto que, é claro, não tem o entrosamento adequado, para dizer o mínimo. 

Os onze titulares que Carille escalou nunca tinham jogado juntos anteriormente: Cássio, Léo Príncipe, Balbuena (Léo Santos), Pedro H., G. Arana; P.Roberto, Maycon, Rodriguinho, Jadson (Marlone), Léo Jabá (Kazim) e Jô.

O resultado da partida foi bom para o Corinthians. 

Algumas observações sobre a partida: 

1) Jadson ainda não tem o preparo físico, o ritmo de jogo e nem o entrosamento necessário com o time. Mas ele somente irá adquirir isso se jogar com frequência. É claro que nos primeiros jogos ele não terá um desempenho muito bom, embora sempre jogue com muita vontade. 

Mas até lá os corintianos terão que ter paciência com ele. Porém, o Carille demorou para tirá-lo do jogo, pois ele cansou no segundo tempo e passou a andar em campo; 

2) A Ponte Preta só marcou gol porque o Cássio falhou. A bola passou por baixo dele e era perfeitamente defensável. Em compensação ele fez outras boas defesas durante a partida, sendo importante para segurar o empate; 

3) Marlone jogou por pouco tempo, mas mostra que tem qualidade para conquistar uma vaga no time titular. A questão é quem sairia para dar lugar a ele. Provavelmente seria o Romero, mas Carille visivelmente gosta do esforço incansável do jogador paraguaio. Mas quando ele quiser um jogador de melhor nível técnico ele deveria optar por Marlone;

Daí o time titular do Corinthians seria: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo, G.Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Romero (Marlone); Jô. 

Reservas: Matheus V./Caíque; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Léo Santos, Moisés; Marciel, Camacho, G.Augusto, Marquinhos G., Guilherme, Pedrinho, Carlinhos, Léo Jabá;

4) Em vez de Paulo Roberto, Carille deveria ter colocado o Marciel ou o Camacho no time titular, que são melhores tecnicamente do que o volante que veio do Sport; 

5) No final do jogo, o Corinthians tinha Léo Príncipe, Léo Santos, Pedro Henrique, Guilherme Arana e Maycon em campo. 

Se levarmos em consideração que Jô também foi revelado pelo Timão, então tínhamos 6 jogadores que vieram da Base do Corinthians. Léo Jabá começou no time titular e saiu para a entrada de Kazim. Assim, no total, o Corinthians usou 7 jogadores que vieram da Base nesta partida contra a Ponte Preta;

6) É evidente que o Timão sentiu, mesmo com Carille usando um time misto, o desgaste de tantos jogos na sequência, sendo que foram dois clássicos (Palmeiras e Santos). Os jogadores não estão tendo tempo suficiente para se recuperar do desgaste que sofrem durante a partida. Um sinal claro disso foi  a contusão muscular que o Balbuena sofreu. 

Mas é importante o fato de que, mesmo assim, o Corinthians está conquistando resultados muito bons, sendo que lidera o Paulista na classificação geral (tem 19 pontos, conquistador com 6V, 1E e 1D) e está com a vaga quase garantida para a próxima fase da Copa do Brasil.

Os próximos jogos do Timão serão contra a Luverdense (Copa do Brasil, quinta-feira, às 19:30hs e Ferroviária, Domingo, às 16hs).

Danilo: Futuro treinador do Corinthians? - Marcos Doniseti!

Alguns torcedores do Corinthians falam que gostariam de ver Danilo como um futuro treinador do Timão.

Danilo seria uma ótima opção, mas antes seria necessário saber se ele tem a intenção de seguir a carreira de treinador.

Caso isso aconteça, ele deveria ir para a Europa, para fazer cursos e acompanhar o trabalho de treinadores consagrados (Guardiola, Mourinho, Ancelotti), bem como aprender sobre a organização dos principais clubes (Barcelona, Real Madrid, M.City).

Daí, ele retornaria e assumiria o comando da categoria de Base do Corinthians (treinando o Sub-20, por exemplo). E depois de alguns anos de experiência, sendo bem sucedido, ele poderia vir a ser um futuro treinador do time profissional do Timão.

Se ele não tiver uma boa preparação para se tornar treinador, ele poderá ter o mesmo destino do Ceni, que não entende coisa alguma de treinar um time e, mesmo assim, virou treinador do São Paulo.

domingo, 5 de março de 2017

Corinthians 1 X 0 Santos!: A 'quarta força' do Paulista vence mais um clássico e anima a Fiel Torcida! - Marcos Doniseti!

Corinthians 1 X 0 Santos!: A 'quarta força' do Paulista vence mais um clássico e anima a Fiel Torcida! - Marcos Doniseti!
O Mestre Tite e o seu fie discípulo, que está fazendo um ótimo trabalho no Corinthians em 2017.  

Fui à Arena ontem para assistir Corinthians 1 X 0 Santos e observei algumas coisas interessantes: 


1) O Mestre Tite, eterno ídolo do Corinthians, foi ovacionado pela Fiel Torcida quando a sua imagem apareceu nos telões, durante o intervalo. Ele estava visivelmente emocionado com a recepção da torcida;

2) O Santos fez inúmeras faltas, durante toda a partida, que matavam o contra-ataque do Corinthians logo no início. E o árbitro não deu um cartão amarelo sequer em função disso. Os comentaristas esportivos não falaram nada a respeito;

3) O Santos abusou de fazer 'cera' no 1o. Tempo e o árbitro foi conivente com isso. Ele sequer deu os acréscimos necessários para compensar;

4) O árbitro também deveria ter marcado pênalti e expulsado o goleiro santista, que chutou o Kazim por trás, dentro da área do Santos, mas ele aplicou apenas o cartão amarelo;

5) Parece que, neste Paulista, se quiser ser Campeão, o Corinthians terá que derrotar os adversários e a arbitragem ao mesmo tempo;

6) Cássio praticamente assistiu ao jogo e deveria pagar ingresso, pois o sólido sistema defensivo do Timão não permitiu que o Santos criasse qualquer chance real de gol;

7) Jadson errou alguns passes no início do jogo, fruto de desentrosamento, mas não demorou e mostrou qualidade técnica (bom domínio de bola, bons passes e lançamentos) e ainda deu carrinho, correu, marcou, foi incansável. Ele ainda jogou os 90 minutos, mesmo sem ter ritmo de jogo. Não é à toa que é ídolo da Fiel Torcida; 

8) Em pelo menos dois lances de faltas duras (cotovelada no Romero e 'solada' no Fagner) cometidas por jogadores do Santos o árbitro marcou as faltas, mas não deu nem cartão amarelo. Ele preferia conversar. Provavelmente ele não sabe que o cartão amarelo foi criado justamente para o árbitro não precisasse conversar com os jogadores, pois ele é um cartão de advertência;

9) Guilherme Arana está em grande fase, mas precisa se cuidar das jogadas de ataque que ocorrem pela ponta. Ele só vai marcar o adversário depois que a bola é lançada para o atacante. Carille precisa corrigir isso;

10) Grito de guerra da torcida do Timão: 'Santos é o cara*&#, lugar de peixe é dentro do aquário';

11) Para um time que era considerado como sendo a 'quarta força' do Paulista 2017, o Corinthians vai muito bem, sendo que já derrotou, neste Paulista, o Campeão e o Vice do Brasileiro de 2016;

12) Fábio Carille tem a mesma filosofia de trabalho e de jogo do mestre Tite. Ele também mostra possuir um grande potencial e tem tudo para ser bem sucedido no comando do Timão; 

13) Mesmo com o preço médio do ingresso em R$ 55, a Fiel Torcida compareceu em ótimo número, com o público  pagante superando 36 mil pessoas (renda de R$ 1.991.000). Isso mostra que a Fiel Torcida está junto com o Timão novamente;

14) Fábio Carille escalou o time da forma correta e, depois, também fez as substituições certas durante o jogo. Carille mostra que tem um grande futuro como treinador do Timão;

15) O Corinthians criou boas chances para marcar no 1o. tempo, que dominou totalmente, mas não soube aproveitá-las. O Santos jogava pelo empate e sem atacar, o que fez apenas no 2o. tempo, pois tomou o gol logo no início do mesmo; 

16) O Corinthians poderá até não ganhar nenhum título durante 2017 (o que considero improvável), mas será um time muito difícil de ser derrotado se continuar jogando com a mesma determinação que mostra neste início de ano. A tendência é o entrosamento do time ir melhorando durante o ano.

17) Vai Corinthians!