Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 3 de abril de 2011

A verdadeira História do 'tricolor do Morumbi'!

A verdadeira História do SPFC!
Para quem duvida que o SPFC caiu para a Segunda Divisão do Campeonato Paulista, em 1990, e que disputou a 2a. Divisão do mesmo em 1991, aqui está a prova final. 


Você sabia que...

- Que o SPFC foi fundado em 1930 e faliu em 1935 por dívidas acumuladas?

- Que diante da enorme dívida, os dirigentes são paulinos, liderados por Paulo Machado de Carvalho, sugeriram extinguir o clube e serem incorporados pelo Clube de Regatas Tietê, que pagaria as dívidas e ficaria com o patrimônio do clube, incluindo a Chácara da Floresta, vizinha ao C.R.Tietê?

- Que alguns sócios se rebelaram contra a decisão, mas acabaram aprovando a fusão em Assembleia, pois do contrário teriam que assumir a dívida, e com a incorporação pelo Tietê, se livraram dela (Assembleia realizada em 14/01/1935)?

- Que desta forma, o título paulista de 1931 pertence legal e oficialmente ao Clube de Regatas Tietê, que usou o nome de "C.R.Tietê-São Paulo" até 1940 e que, existindo o clube até hoje, este permanece como detentor oficial do Paulista de 1931?

- Que o que salvou o clube de uma nova falência foi a fusão em 1938 com o C.A.Estudantes da Mooca? O novo time titular foi composto com 9 atletas do Estudantes e 2 do SPFC, que passou a mandar seus jogos na Moóca, sede do Estudantes.

- Que para "ajudar" financeiramente o SPFC, em 1938, Palestra e Corinthians disputaram o famoso "jogo das barricas", assim chamado pois colocaram barricas na entrada do Palestra Itália para o povo jogar dinheiro? Os dois clubes nada receberam e doaram a renda para ajudar o SPFC a pagar suas novas dívidas.

- Que neste "Jogo das Barricas", Porfírio da Paz (Presidente do SPFC), andou no meio das torcidas adversárias com uma bandeira esticada, para que os torcedores atirassem algumas moedas para ajudar o clube?

- Que tentaram a todo custo se apropriar do Palestra Itália, já que o Brasil havia declarado Guerra ao Eixo, e o governo havia baixado decreto permitindo a desapropriação de patrimônios de súditos de alemães, italianos e japoneses?

- Que na semana em que o Palestra mudou de nome, de Palestra para Palmeiras, os dois clubes se enfrentaram em final histórica no Pacaembu, em 20 de setembro de 1942, e o SPFC abandonou o campo aos 19 minutos de jogo, pela marcação de um pênalti para o Palmeiras, quando o placar estava 3 x 1 para estes?

- Que em dezembro de 1950, a Imobiliária Aricanduva (cujo dono era Adhemar de Barros) conseguiu empréstimo do Governo do Estado (o governador era o próprio Adhemar) para terraplanar e criar toda a infraestrutura em uma gleba na região do Morumbi? Um escândalo de corrupção na época, dentre vários do Adhemar, que viria a ser cassado anos depois. O bairro com todas as benfeitorias passa a se chamar justamente "Jardim Leonor", nome da esposa do Adhemar de Barros.

- Que em dezembro de 1951, um ano depois, o SPFC convida Laudo Natel (político ligado a Adhemar de Barros) para tesoureiro e este negociou a compra de 68 mil m2 na região, e "ganhou" (!!!) do Governo do Estado mais 90 mil m2, isso mesmo GANHOU do Governo do Estado 90 mil metros quadrados !!

- Que em 1966, Laudo Natel já havia se tornado Presidente do SPFC e ao mesmo tempo ocupava o posto de Vice-Governador do Estado quando o seu chefe, Adhemar de Barros, foi cassado por corrupção?

- Que o Governador determinou que os estudantes da rede pública vendessem carnês chamados "paulistão", para ajudar nas suas formaturas, e ao mesmo tempo coletando parte do dinheiro para a construção do Estádio?

- Que é justamente neste período da ditadura, da censura aos jornais, que sem explicar a origem do dinheiro, sem um clube de associados que pudesse gerar receita, sem rendas, que construíram um estádio que custou uma fortuna (aliás, quanto custou a construção do Morumbi? Realmente agradeço a informação, pois não consegui achar)?

- Que para as festas de inauguração do estádio pediram emprestados 2 jogadores do Palmeiras (Julinho e Djalma Santos), 2 do Corinthians (Almir e Ari) e 1 do Santos (Pelé, que contundido, não compareceu), para reforçar o time em partida contra o Nacional do Uruguai?

- Que no início dos anos 70, o Governador biônico Laudo Natel, acumulava o cargo de presidente do clube, e se sentava no banco de reservas nas partidas, fazendo pressão aos árbitros e Federação?

- Que nos dois jogos entre SPFC e Ponte Preta, pelo Paulista de 1970, o Governador teve participação decisiva no resultado? No primeiro jogo, em Campinas, o SPFC perdia e no intervalo o Governador chegou de helicóptero, pousou no meio do gramado, foi ao vestiário dos árbitros, e no segundo tempo o SPFC "virou" com uma sucessão de erros da arbitragem... E no segundo turno, no Morumbi, Arnaldo César Coelho "operou" a Ponte, com Laudo Natel supervisionando o esquema a beira do gramado.

- Que nas semi-finais do Brasileiro de 1981 o SPFC contratou 3 seguranças da Ponte Preta, Brandão, Maurinho e Chitão, para um trabalho especial no Morumbi. Jogavam SPFC e Botafogo. O Botafogo havia vencido o jogo de ida no Maracanã, e vencia novamente os SPFC, em pleno Morumbi, por 2 a 0. No intervalo, os 3 seguranças tiveram o acesso facilitado ao vestiário dos árbitros, que foram agredidos e receberam ameaças ainda maiores para o final do jogo. No segundo tempo o SPFC virou a partida, se classificou, e os seguranças foram levados de volta para Campinas... O árbitro Bráulio Zannoto, declarou ao longo da semana que foi agredido no vestiário por homens armados, e admitiu ter errado ao não paralisar o jogo ou ao menos relatar o ocorrido na súmula, por medo das consequências...

- Que em 1986 o SPFC teve novamente a ajuda decisiva da arbitragem (Aragão) na conquista do Campeonato Brasileiro, pela inversão de faltas, provocações e pressão sobre os jogadores do Guarani, conforme depoimento dos jogadores que atuaram aquela partida (ver ocasião parecida entre Flamengo x Atlético-MG, em 1981).

- Que em 1990 o SPFC foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Paulista, mas com o apoio dos dirigentes da FPF, reverteu a decisão no tapetão, utilizando a fórmula para o Campeonato de 1991? Disputaram a divisão inferior, mas conseguiram fazer com que esta indicasse vaga para as finais, e ainda considerasse esta campanha da segunda divisão para os critérios de desempate nas finais de 1991.

- Que em 2003, na decisão do Campeonato Paulista, o SPFC mudou a fórmula das finais no tapetão, invertendo a vantagem que o Corinthians possuia, mas que este ganhou os dois jogos, invalidando a tentativa?

Este é o time da "administração moderna".

Não por acaso, o SPFC faz campanha na TV para que seus "simpatizantes" tentem transformar seus filhos em são-paulinos, em uma ação que rivais como Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Cruzeiro, Atlético-MG, Bahia, Coritiba, Sport, entre muito outros, fazem por identidade, alma e paixão!

Links:

São Paulo irá disputar a 2a. Divisão do Campeonato Paulista em 1991:

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI24813-15260,00-O+DIA+EM+QUE+O+SAO+PAULO+FOI+REBAIXADO.html


Ex-goleiro do SPFC, Zetti confirma: SPFC caiu, sim, para a 2a. Divisão do Paulista em 1990:

https://www.youtube.com/watch?v=pAjkzgI3zSE

Vídeo - Telê Santana: Quando 'cheguei ao SPFC, o SPFC estava na 2a. Divisão do Campeonato Paulista':

https://www.youtube.com/watch?v=Ij19YFy4-PY