Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Flamengo pode conquistar o Hexa-Campeonato Brasileiro neste Domingo!


O Campeonato Brasileiro de 2009 chega ao seu encerramento neste final de semana e temos 4 times com condições matemáticas de conquistar o título. Porém, é claro que o Flamengo tem a 'faca e o queijo' na mão, como se diz, afinal, jogará em casa, no Maracanã, contra um Grêmio que apenas irá cumprir tabela e que não tem a menor vontade de complicar a vida do Flamengo, pois se fizer isso poderá dar o título ao Internacional, o seu maior rival, que jogará contra um Santo André praticamente rebaixado no Beira-Rio.

Até diretor do Grêmio já afirmou que o rubro-negro carioca tem 99% de chances de vencer a partida e, assim, conquistar o Hexa-Campeonato Brasileiro. Isso mesmo, Hexa! Se o Flamengo for o Campeão deste Brasileirão, então este será o seu sexto título do campeonato, pois o Brasileirão de 1987, cujo título a CBF, equivocadamente, atribui ao Sport do Recife foi, de fato, conquistado pelo Mengão.

Para os que não se lembram, o Brasileirão de 1987 foi dividido em 2 módulos: o Verde e o Amarelo, sendo que o primeiro reuniu os grandes clubes do futebol brasileiro (Flamengo, Corinthians, Vasco, Palmeiras, São Paulo, Fluminense, Inter, Cruzeiro, Grêmio, Atlético-MG, Santos) que, na época, criaram o 'Grupo dos 13'.

Já o módulo Amarelo reunia times pequenos ou mais fracos, como o Sport e o Guarani, que fizeram a decisão do mesmo. E depois do término dos 2 campeonatos (que eram, de fato, as Séries A e B daquele ano) a CBF mandou o Flamengo e o Sport decidirem o título do Campeonato, mas o time carioca recusou-se a participar de tal decisão, por considerá-la um absurdo.

Entendo que o Flamengo tem total razão em dizer que foi o legítimo Campeão Brasileiro de 1987, pois disputou o campeonato que reuniu os principais clubes do futebol brasileiro naquele ano, enquanto o Sport somente jogou contra times bem mais fracos.

Quanto aos demais clubes do Brasileirão deste ano e que ainda sonham com o título (Inter, Palmeiras e São Paulo) eles estão na dependência do resultado do jogo do Flamengo. E no caso do Palmeiras e do São Paulo, o fato é que eles tiveram o título em suas mãos, pois chegaram a liderar o campeonato até a sua reta final. O Palmeiras liderou por 19 rodadas e o São Paulo chegou nas últimas 3 rodadas dependendo apenas de si para ser o campeão, mas acabou derrotado pelo Botafogo e Goiás e viu, assim, o sonho do Hepta-campeonato ficar muito distante.

Agora, é bom que fique claro: este campeonato foi nivelado por baixo e apenas por isso chegamos à ultima rodada com 4 times em condições de conquistar o título. Nenhum dos primeiros colocados jogou um futebol realmente convincente e alternaram bons e maus momentos durante todo o campeonato.

Porém, caso o Flamengo conquiste o título, entendo que será um resultado justo, pois desde que Andrade assumiu o comando do time, o mesmo subiu muito de rendimento e obteve ótimos resultados na reta final do campeonato, atropelando os adversários e assumindo a liderança na penúltima rodada. E o rubro-negro do RJ conta com alguns jogadores que 'fazem a diferença', como são o caso de Petkovic e de Adriano.

Alguns irão reclamar de erros de arbitragem em favor deste ou daquele time, mas o fato é que até nisso o campeonato foi justo, pois os árbitros erraram muito, mas erraram em benefício e em prejuízo de todos e não apenas do Flamengo.

Vamos torcer para que o próximo campeonato seja melhor tecnicamente, mas que continue tão disputado quanto o deste ano.

domingo, 6 de setembro de 2009

Até o 'Olé' reconhece que Argentina virou freguês do Brasil!

Até o 'Olé' reconhece que Argentina virou freguês do Brasil!

A foto acima resume o que foi o jogo de ontem entre Brasil e Argentina: enquanto o Brasil fazia a festa, Maradona mostrava todo o seu desapontamento com o baile que levou da Seleção Brasileira.

Dunga montou uma Seleção que joga como ele mesmo jogava, ou seja, ‘à sua imagem e semelhança’.

Assim, os jogadores brasileiros não acreditam em bola perdida, correm o tempo inteiro, atuam com uma determinação impressionante e quando a coisa aperta adotam a famosa filosofia futebolística do ‘bola para o mato, que o jogo é de campeonato’.

E ‘lá na frente’ os talentos individuais dos brasileiros (Elano, Kaká
e Luís Fabiano, o Fabigol) fazem a diferença. Somente Robinho é que não vem atuando bem e creio que Dunga já deve estar ficando preocupado com isso. Será que não é hora de dar uma chance a jogadores como Diego (Juventus de Turim), Diego Souza (Palmeiras) ou Cleiton Xavier (Palmeiras)?

Aliás, Alexandre Pato é outro que nunca convence, de fato, na Seleção Brasileira. E Ronaldinho Gaúcho, que nem é convocado mais, parece que se tornou um ex-jogador em atividade.

O Brasil poderá até não ganhar a Copa de 2010, mas será uma seleção muito difícil de ser batida caso continue jogando neste nível e com essa vontade.

E se a Argentina for eliminada da Copa de 2010, no lugar dos hermanos dizerem ‘Maradona es Diós’ eles dirão ‘Maradona, Adiós!’.

Link:

http://www.ole.clarin.com/diario/2009/09/06/tapapapel.html

Brasil de Dunga humilha a Argentina em Rosário!!


O jornalista Ricardo Kotscho disse que não há explicação para a fácil vitória do Brasil sobre a Argentina, em Rosário, por 3 X 1, ontem, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Mas, eu discordo dele.

Tem explicação, sim, essa vitória acachapante do Brasil sobre os Hermanos.

Como tem explicação, também, as vitórias fáceis do Brasil sobre a Itália nas duas últimas partidas contra os atuais campeões do mundo, no fim de 2008 e pela Copa das Confederações.

O fato é que Dunga, contra TODOS os prognósticos, está fazendo um bom trabalho na Seleção. E o que ele fez não tem nada de misterioso.

Dunga fez apenas o seguinte:

1) Definiu um esquema tático: o Brasil quase sempre joga no 4-5-1;

2) Fez o time jogar num determinado estilo, que é o de marcação forte para roubar a bola e ‘matar’ o adversário nos contra-ataques. O Brasil de Dunga não dá espaço para os adversários jogarem. E quando enfrenta um Messi pela frente a marcação é ainda mais forte, como se viu ontem contra a Argentina;

3) Escolheu os seus titulares e os jogadores que o decepcionaram, mesmo depois de terem tido inúmeras oportunidades, como Ronaldinho Gaúcho e Vágner Love, ele não convocou mais;

4) Fez os jogadores brigarem por cada bola e por cada centímetro quadrado do campo, como se fossem '10 Dungas' atuando;

5) Acreditou que, com o tempo, depois de tanto jogar junto, o time acabaria se entrosando e começaria a ter um bom rendimento.

E foi exatamente isso que aconteceu.

Agora, Dunga colhe os frutos das decisões que tomou nos últimos anos, mesmo contra todas as críticas que sofreu.

Diferentemente de outros técnicos tão badalados (Luxemburgo, Muricy), que adoram ficar mudando o esquema e a escalação de seus times o tempo inteiro, Dunga optou por fazer o ‘feijão-com-arroz. Ele smpre usa o mesmo esquema tático e a mesma escalação (a não ser quando tem algum jogador suspenso ou contundido, é claro). E isso deu certo!

Infelizmente, o atual calendário do futebol mundial não permite a nenhuma seleção treinar durante alguns dias que fosse antes das partidas a fim de adquirir algum entrosamento. Então, o único momento em que é possível ‘treinar’ é durante os jogos, mesmo.

Como Dunga sempre repetia o mesmo time, o mesmo esquema tático, o mesmo estilo de jogar, o que aconteceu é que, depois de vários anos atuando juntos, o jogo do Brasil engrenou.

Hoje, todos sabem a escalação do time titular brasileiro e como o Brasil joga. Na fase de preparação para a Copa não será necessário mais entrosar ninguém, pois o time já está entrosado. Não será preciso montar ou definir um esquema tático ou um time titular, pois isso já foi feito também.

Simplesmente, bastará entrar em campo e jogar futebol. E isso os brasileiros fazem melhor do que ninguém, como Kaká demonstrou ontem, por exemplo, com aquela assistência genial para que o artilheiro Luís Fabiano marcasse o terceiro gol do Brasil e sacramentasse a vitória brasileira.

Resumindo: o Brasil é o grande favorito à conquista da próxima Copa do Mundo.

Afinal, simplesmente trucidamos com duas das melhores seleções mundiais nos últimos meses (Itália e Argentina). E não é qualquer seleção que faz isso, não.

Como diria a torcida do meu Timão: ‘O Brasil voolllltttooooouuuuuuuuu….”.

sábado, 5 de setembro de 2009

Brasileirão 2009 mostra grande equilíbrio na disputa pelo Título e por vagas na Libertadores!


O Brasileirão 2009 está mostrando um grande equilíbrio na disputa pelo título e por vagas na Libertadores. Afinal, nenhum time conseguiu, até o momento, disparar na liderança e a diferença que separa o líder, Palmeiras, do 5o. colocado, o Corinthians, é de apenas 5 pontos, embora o Timão tenha disputado um jogo a mais.

Temos vários times em condições de conquistar o título, como o Palmeiras, Inter, Goiás, São Paulo e Corinthians.

As últimas rodadas mostraram vários altos e baixos de todos estes times. O Palmeiras, que vinha embalado tendo Jorginho como técnico, acumulou uma sucessão de empates com Muricy no comando (este faz muitas mudanças no esquema tático do time entre um jogo e outro e isso prejudica o rendimento da equipe). O São Paulo obteve 7 vitórias consecutivas, mas vem de 2 resultados ruins na sequência, com derrota para o Atlético-PR e empate sem gols com o Palmeiras.

Já o Inter caiu muito de produção depois que perdeu a Copa do Brasil para o Corinthians e viveu um momento de instabilidade, com muitos resultados ruins na sequência. Mas, agora, parece que o time se recuperou e vive um bom momento, tendo até goleado o Goiás por 4 X 0 em pleno Beira-Rio. Dos primeiros colocados, o Colorado gaúcho é o que está no melhor momento. Resta saber se conseguirá embalar, assumir a liderança e abrir vantagem sobre os rivais, conquistando um título que não alcança há 30 anos.

Já o Goiás consegue ótimos resultados quando joga no Serra Dourada e contra times mais fracos, mas não obtém o mesmo rendimento quando joga fora de casa e contra equipes mais fortes, tanto que perdeu para o São Paulo e para o Inter jogando no Morumbi e no Beira-Rio, respectivamente. Para um time que quer ser campeão isso poderá ser fatal. Mas, o Goiás mostra força e qualidade para conseguir uma vaga na Libertadores do ano que vem.

E o Corinthians, que foi, tranquilamente, o melhor time do Brasil no primeiro semestre, jogando um belo futebol e ganhando o título dos 2 campeonatos que disputou (o Paulistão e a Copa do Brasil) viveu, também, um momento de instabilidade devido à perda de algumas das peças-chave do time titular (André Santos, Cristian e Douglas) bem como enfrentou, também, problemas de contusão, suspensão, convocações para a seleção brasileira (principal e sub-20).

E tudo isso aconteceu justamente no momento em que o Brasileirão passou a ter jogos no meio da semana e isso impediu que o competente e sério técnico Mano Menezes tivesse condições de montar um novo esquema tático e entrosar os novos jogadores. Devido a isso, o Corinthians ficou 5 jogos sem vencer.

Porém, bastou o Timão ter uma semana livre para treinar para subir de produção. Com isso, o Timão já obteve uma sequência de bons resultados (3 vitórias e 2 empates, obtendo 11 dos 15 pontos disputados, ou seja, um aproveitamento de 73% nestas 5 últimas partidas).

E a diretoria corintiana, criticada e pressionada pela Fiel Torcida, saiu à campo e contratou novos reforços para o time, incluindo o lateral/zagueiro Balbuena, o zagueiro Paulo André (ex-Atlético-PR e que estava jogando na França), o meio-campista ofensivo Defederico (jovem revelação argentina que já foi elogiado até por Maradona) e também trouxe Marcelo Mattos, um bom volante de marcação que foi Campeão Brasileiro pelo Timão em 2005 e que ainda é muito jovem, com 25 anos de idade. Já atletas como Bill e Henrique (atacantes contratados junto ao Bragantino e Guarani-SP) ainda não vingaram no Timão.

Com estas contratações, o time do Corinthians já está quase pronto para a disputa da Libertadores em 2010. O Timão tem um bom elenco e não apenas um bom time titular e isso é fundamental para se vencer um torneio tão forte, difícil e competitivo quanto a Libertadores.

No entanto, ainda faltam ao time mais uns 3 jogadores, que são: um lateral esquerdo de qualidade e experiente, um meia-armador com as características de Douglas, ou seja, um 'cérebro' para o time, que organize as jogadas de ataque com bons passes, lançamentos e assistências precisas. Mas, jogadores com tais características estão cada vez mais escassos no futebol mundial, no qual os aspectos mais valorizados são, atualmente, a força física e a velocidade. O Timão também necessita de mais um bom atacante, que possa substituir Ronaldo quando este estiver suspenso ou contundido e que dê conta do recado, marcando os gols que o time precisa.

Enfim, me parece que o título do campeonato brasileiro ficará entre estes 5 times, que são os que tem, hoje, os melhores elencos e que atuam num nível melhor do que os demais.

Quanto às demais equipes, creio que times como o Avaí, Santos, Grêmio, Barueri, Flamengo, Vitória e Atlético-PR irão, talvez, tentar obter uma das vagas para a Libertadores, mas será difícil, a não ser que Palmeiras, Inter, Goiás e São Paulo caiam de produção neste segundo turno.

Já o Cruzeiro, que não foi mais o mesmo time depois que vendeu Ramires, Vágner e perdeu o título da Libertadores para o Estudiantes, e o Atlético-MG, que começou muito bem o campeonato, mas caiu de rendimento e já está fora do G-4 há algumas rodadas, deverão obter vagas para a Copa Sul-Americana do próximo ano.

E Botafogo, Náutico, Sport, Fluminense, Coritiba e Santo André deverão brigar para não ser rebaixados para a Série B, embora me pareça que o Fluminense e o Sport já garantiram a vaga para a segunda divisão do futebol brasileiro em 2010.

Creio que este é o retrato do momento no disputado e indefinido Brasileirão 2009.


Link:

http://esporte.ig.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro_serie_a_2009/classificacao/

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Palmeiras é lider, São Paulo reage e Corinthians despenca!


Nas últimas rodadas do Brasileirão 2009, ocorreram algumas mudanças significativas.

Entre as principais, temos o fato do Palmeiras ter assumido a liderança do campeonato, após uma ótima campanha feita sob o comando de Jorginho, que foi responsável por definir um esquema tático e um time titular, que se entrousou e passou a jogar muito bem e com grande determinação. Os principais destaques desta campanha são o goleiro Marcos, Pierre, Cleiton Xavier e Diego Souza, que estão todos vivendo um excelente momento.

Quando ao Corinthians, o time despencou e já acumula 5 jogos sem vitória, sendo que nestes marcou apenas 1 gol. Após a contusão de Ronaldo, que voltará a atuar apenas em Setembro, e as vendas de André Santos, Cristan e Douglas, que eram titulares absolutos e que já estavam plenamente entrosados com o time, o Corinthians passou a jogar muito mal, ficando completamente desfigurado taticamente, sem um padrão de jogo definido, mal entrosado e incapaz de marcar gols.

Se continuar assim, daqui a algumas rodadas o Timão poderá se ver entre os times ameaçados pelo rebaixamento. Para piorar ainda mais a situação, vários outros jogadores se contundiram, incluindo Alessandro, Marcelo Oliveira, Morais, Souza ou estão muito desgastados fisicamente (casos de Dentinho e Jorge Henrique).

Já o São Paulo iniciou uma reação e conseguiu 5 vitórias consecutivas e já está no G-4, com 30 pontos ganhos. O time voltou a jogar bem, principalmente porque Ricardo Gomes pacificar o ambiente interno e colocou o time para jogar, novamente, no mesmo esquema tático e com a mesma formação que venceu os últimos 3 brasileiros. Assim, o tricolor paulista entra, novamente, na briga pelo título.

Enquanto isso, o Cruzeiro ensaia uma recuperação, após perder a Libertadores e vender Ramires, e poderá, também, daqui a algumas rodadas, estar bem próximo do G-4.

As surpresas destas últimas rodadas foram o Goiás e o Avaí, que acumularam várias vitórias consecutivas e, agora, também estão na briga por uma vaga na Libertadores de 2010, principalmente o time goiano.

Já o Atlético-MG teve uma queda de produção, perdeu a liderança e caso não se recupere, poderá até sair do G-4 em breve. E na quarta-feira agora terá um jogo muito difícil contra o Palmeiras, no Mineirão. Uma vitória será fundamental para o timi mineiro dar início a um processo de recuperação na competição.

Enquanto isso, o Barueri teve um mal momento e caiu um pouco de produção, perdendo jogos importantes para o Inter e para o São Paulo. Agora, venceu o Grêmio e voltou a lutar por uma vaga na Libertadores. Mas o time paulista está com problemas financeiros e isso poderá vir a prejudicar o desempenho do time durante o campeonato.

Já o Botafogo ensaiou uma recuperação, mas voltou a perder jogos, para o S.Paulo e para o Atlético-PR, e isso acarretou a demissão do técnico Ney Franco. Assim, o time carioca vive um mal momento no campeonato e poderá se complicar caso um novo técnico não consiga fazer o time subir de produção.

O mesmo vale para o Fluminense, que subiu de produção com o novo técnico, Renato Gaúcho, mas cuja limitação técnica clara do elenco poderá ser fatal para conseguir uma recuperação e sair da ameaça do rebaixamento, que continua sendo uma possibilidade concreta, visto que o Flu está na 19a. posição do campeonato.

Enquanto isso, o Atlético-PR iniciou uma forte reação no campeonato, após a contratação do técnico Antonio Lopes, que tem um bom histórico quando trabalha no 'Furacão', e venceu 3 partidas consecutivas (contra o Fluminense, Cruzeiro e Botafogo, sendo que as 2 últimas foram no campo dos adversários).

Já o Sport, Coritiba, Náutico e Santo André caíram muito de rendimento e são sérios candidatos ao rebaixamento, embora o Náutico esteja tentando uma reação, tendo vencido os seus 2 últimos jogos (contra Corinthians e Santo André).

Enquanto isso, Santos, Vitória, Grêmio e Flamengo vivem um momento de irregularidade, alternando vitórias e derrotas, e demonstram que terão grandes dificuldades para conseguir uma vaga na Libertadores em 2010. Para brigar pelo título, então, será ainda mais difícil, a não ser que reforcem o seu elenco ou subam muito de produção.

Já o Internacional viajou para fazer alguns jogos no exterior e tem 3 jogos a menos do que os outros times. Se vencer as 3 partidas (sendo que a primeira será disputada hoje, no Beira-Rio, contra o fraco e desesperado Sport) o Inter poderá chegar até à liderança do Brasileirão e entrará, novamente, na briga pelo título da competição.

Para ver a classificação do campeonato, entre aqui:

http://esporte.ig.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro_serie_a_2009/classificacao/

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Títulos conquistados pelos times grandes de SP entre 1995 e 2017! - por Marcos Doniseti!

Títulos conquistados pelos 4 times grandes de São Paulo entre 1995 e 2017!- por Marcos Doniseti!

(atualizado em 07 de Maio de 2017)



Fiz um levantamento sobre os títulos conquistados pelos 4 Grandes times de SP nos últimos 23 anos (período de 1995 a 2017) e descobri o seguinte:


1) Corinthians - 21 Títulos (14 no século XXI):


8 Paulistas - 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009, 2013, 2017;

5 Brasileiros - 1998, 1999, 2005, 2011; 2015;
3 Copas do Brasil - 1995, 2002, 2009;
1 Rio-SP - 2002;
1 Recopa Sul-Americana - 2013;
1 Libertadores - 2012;
2 Mundiais de Clubes da FIFA - 2000; 2012.

2) Santos - 14 Títulos (12 no século XXI):


1 Libertadores - 2011;

1 Copa do Brasil - 2010;
1 Recopa Sul-Americana - 2012;
1 Conmebol - 1998;
7 Paulistas - 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015, 2016;
1 Rio-SP - 1997;
2 Brasileiros - 2002, 2004.

2) São Paulo - 11 Títulos (9 no século XXI):


3 Paulistas - 1998, 2000, 2005;

1 Rio-SP - 2001;
1 Super-Campeonato Paulista - 2002;
1 Copa Sul-Americana - 2012;
3 Brasileiros  -2006, 2007, 2008;
1 Libertadores - 2005;
1 Mundial de Clubes da FIFA - 2005.

4)) Palmeiras - 10 Títulos (4 no século XXI):


2 Paulistas - 1996, 2008;

1 Rio-SP - 2000;
1 Brasileiro - 2016;
3 Copas do Brasil - 1998, 2012, 2015;
1 Copa dos Campeões- 2000.
1 Copa Mercosul - 1998;
1 Libertadores - 1999.

Link:


http://espn.estadao.com.br/noticia/299273_corinthians-iguala-santos-e-passa-sao-paulo-por-status-local-de-campeao-do-seculo


Chicão e Jorge Henrique acusam Gaciba de roubar o Timão e o árbitro silencia!!


Vejam essa notícia, que chocante!

O árbitro de Corinthians X Palmeiras, Leonardo Gaciba, confessou para 2 jogadores do time corintiano, durante a partida, que tinha que 'compensar' o pênalti não marcado por ele a favor do Vasco, na segunda partida da semifinal da Copa do Brasil deste ano, que foi apitada por ele, Gaciba. Assim, tal árbitro, Gaciba, assumiu para os próprios jogadores do Timão que ele teria que beneficiar o Palmeiras no jogo de ontem.

Nunca vi isso na minha vida: um árbitro beneficiar um outro time, durante o jogo, e dizer isso para os jogadores do próprio time prejudicado pela arbitragem dele.

Leonardo Gaciba tem que ser definitivamente afastado da arbitragem brasileira. Um árbitro que fica 'compensando' erros cometidos por ele mesmo em outros jogos não pode continuando.

O Gaciba erra e quem paga por isso é o Corinthians???

É muita hipocrisia deste péssimo árbitro!!

Aposenta o Gaciba, CBF!!

Notícia:


Chicão e Jorge Henrique acusam Gaciba de ‘vingança’ pela Copa do Brasil

Zagueiro e atacante falaram que árbitro insinuou e avisou que iria compensar erro cometido em favor do Timão na semifinal contra o Vasco


Clássico que é clássico não termina sem polêmica. E assim foi na vitória do Palmeiras por 3 a 0 sobre o Corinthians neste domingo, em Presidente Prudente, pela 14ª rodada do Brasileirão. Na saída do gramado, o zagueiro corintiano Chicão acusou o árbitro Leonardo Gaciba da Silva de ter marcado pênalti dele em Cleiton Xavier como compensação da Copa do Brasil.

Na semifinal contra o Vasco, no Pacaembu, houve um lance em que Chicão fez falta em Elton na grande área, mas Gaciba não marcou. Segundo o camisa 3 do Timão, o árbitro lembrou daquele lance e comentou em campo que o erro tinha atrapalhado a sua vida. Mais tarde, o árbitro teria pedido ao jogador para não comentar.

- Eu fiz o pênalti, mas o árbitro ficou falando durante o jogo que eu tinha complicado a vida dele no jogo com o Vasco, na Copa do Brasil. Ele gerou em um pênalti contra o Elton. Fica complicado escalar um árbitro desses nesse jogo. Depois ele ficou falando para eu não comentar, que ele tinha família, mas não poderia fazer isso – falou Chicão.

O atacante Jorge Henrique foi ainda mais incisivo na reclamação. Afirmou categoricamente que durante a partida Gaciba falava que iria compensar.

- O juiz estava falando toda hora para gente que iria compensar tudo o que ele fez – declarou o camisa 23 da equipe do Parque São Jorge.

O técnico Mano Menezes não quis prolongar a polêmica a ponto de acharem que estaria se esquivando do resultado negativo, mas deu o seu breve pitaco.

- Ele apitou com a cabeça no jogo do Vasco – resumiu o comandante.

O árbitro Leonardo Gaciba da Silva foi procurado para falar, mas alegou que é proibido pela Confederação Brasileira de Futebol de dar entrevistas pós-jogo.


http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Corinthians/0,,MUL1243571-9862,00.html

domingo, 26 de julho de 2009

Leonardo Gaciba prejudica o Corinthians na cara-dura e define o resultado do clássico em Presidente Prudente!!


A péssima arbitragem de Leonardo Gaciba, no jogo entre Corinthians X Palmeiras, pela 14ª. Rodada do Brasileirão 2009, acabou sendo decisiva para o resultado final do jogo e por vários motivos:


1) No lance do primeiro gol do Palmeiras, a bola foi cruzada para a área e Cleiton Xavier empurrou o zagueiro corintiano William, impedindo que este cabeceasse a bola;

2) Além disso, e no mesmo lance, o atacante palmeirense Obina puxou a manga da camisa de Chicão, zagueiro corintiano, impedindo que este subisse para cabecear a bola. Foi por isso, inclusive, que Chicão saiu correndo em direção ao árbitro para reclamar do mesmo mas quando viu que o Gaciba validou o gol ele desistiu de reclamar para não levar cartão.

3) No terceiro gol do Palmeiras, Obina subiu e empurrou, de maneira escandalosa, o jogador Moradei, do Corinthians, mas o árbitro, de maneira inexplicável, deixou a jogada prosseguir e isso resultou no terceiro gol palmeirense.

Assim, dos 3 gols marcados pelo Palmeiras, 2 foram totalmente irregulares.

4) Além disso, em vários lances da partida tivemos faltas duras cometidas pelos jogadores do Palmeiras.

Exemplos:

A) Ronaldo quebrou a mão depois de uma falta cavalar do jogador Souza, do Palmeiras;
B) Estouraram a cabeça do Diego;
C) O Palmeiras cometeu inúmeras faltas para matar o jogo e elas ficavam sem que o cartão amarelo fosse mostrado para os jogadores palmeirenses.
D) Várias faltas, a favor do Corinthians, foram marcadas em benefício do Palmeiras.


Desta maneira, infelizmente, o árbitro acabou sendo decisivo para o resultado final da partida, definindo o vencedor da mesma.

É bom que se diga que o árbitro gaúcho Leonardo Gaciba parece ter uma preferência em prejudicar o Corinthians e sempre em partidas importantes de campeonatos nacionais.

No jogo contra o Botafogo, pela semifinal da Copa do Brasil, no Maracanã, em 2008, ele deu um pênalti inexistente para o Botafogo, deu 4 cartões amarelos para jogadores do Timão que estavam pendurados e anulou 2 gols legítimos do Corinthians.

Assim, a diretoria do Corinthians deveria protestar formalmente na CBF, exigindo que tal árbitro não apite mais jogos do time, pois ele sempre prejudica o Corinthians e de maneira escandalosa.

Já vimos que, na rodada passada, os árbitros cometeram inúmeros e graves erros durante os jogos.

Agora, isso voltou a acontecer naquele é que considerado como o mais tradicional clássico do futebol paulista e um dos mais importantes do futebol brasileiro e mundial.

Aliás, é bom chamar a atenção para o fato de que este foi o terceiro jogo importante do Brasileirão em que o Palmeiras foi escandalosamente beneficiado pela arbitragem.

Em 2 partidas disputadas no Parque Antarctica, contra Vitória e Cruzeiro (2 das principais equipes do campeonato e que disputarão, no mínimo, vagas na Libertadores de 2010) o Palmeiras foi bastante beneficiado por erros de arbitragem.

Contra o Vitória, tivemos um gol legítimo a favor do time baiano que o árbitro não assinalou. E contra o Cruzeiro, tivemos um pênalti escandaloso a favor do time mineiro que o árbitro não marcou e um gol irregular (a bola sequer chegou a entrar no gol) a favor do Palmeiras que o árbitro validou.

Frente a tantos e graves erros de arbitragem, em benefício do Palmeiras, parece que neste campeonato, o time alviverde terá grandes chances de ser campeão.

Porém, é bom alertar, e desde já, para tais erros, antes que a credibilidade do campeonato fique irremediavelmente comprometida.

Cabe à CBF tomar as providências necessárias (ex: punindo os árbitros que, como Gaciba, cometem erros graves e que acabam sendo decisivos no resultado final das partidas) para acabar com estes erros de tal gravidade.

Errar é humano, mas alguns erros são tão escandalosos, como os que comentei aqui, que daí já não se pode deixar de agir no sentido de coibí-los.

E é isto que a CBF tem que fazer e desde já!!

Time 'misto' do Corinthians derrota o bom time do Vitória! Palmeiras perde do Goiás! Árbitros erram como nunca!


A 13. rodada do Brasileirão teve os seguintes resultados:

Atlético-MG 2 X 1 Fluminense
Coritiba 1 X 1 Sport
Corinthians 2 X 1 Vitória
Avaí 1 X 0 Grêmio
Náutico 2 X 2 Botafogo
Goiás 2 X 1 Palmeiras
Flamengo 1 X 1 Barueri
Internacional 2 X 2 São Paulo
Santos 1 X 0 Atlético-PR
Santo André 0 X 2 Cruzeiro


Comentando tais resultados: O Atlético-MG venceu mais uma, no Mineirão, derrotando o fraco Fluminense, e continua na liderança do campeonato e mostra que não é um 'cavalo paraguaio'.

O time das Minas Gerais tem um padrão tático definido, é uma equipe bem organizado pelo seu competente técnico, Celso Roth, joga bem e tem um atacante 'matador', Diego Tardelli, atacante de qualidade, mas que nunca havia deslanchado devido à fatores 'extra-campo' (leia-se: muita farra!!). E o Atlético-MG também fez algumas contratações (W.Saci, emprestado pelo Corinthians até o final da temporada, entre outros) para ter um elenco em condições de disputar o título do Brasileirão. E pelo que vem mostrando, o Galo Mineiro poderá conseguir o título, depois de 38 anos, sem dúvida alguma, desde que preserve os principais jogadores até o final do campeonato, pois já se comenta que Tardelli poderá vir a ser negociado com algum clube do exterior durante a 'janela de transferências', que terminará apenas no final de Agosto.

E o Corinthians, mesmo jogando sem 5 titulares que foram campeões paulistas invictos e da Copa do Brasil (André Santos e Cristian vendidos para o Fenerbahçe; Alessandro e William em recuperação de desgaste físico e contusão; J.Henrique poupado durante a maior parte do jogo) derrotou o bom time do Vitória, equipe de jogadores rápidos e habilidosos e que, se continuar jogando bem, brigará por uma vaga na Libertadores. O Timão mostrou que tem 'bala na agulha', sim, para conquistar a Tríplice Coroa em 2009, embora este campeonato esteja, até o momento, num nível muito melhor e muito mais equilibrado do que o de 2008, que teve um baixo nível técnico.

E a diretoria do Timão já se movimenta no sentido de reforçar a equipe para repor os jogadores que estão sendo negociados. Fala-se que Douglas, Felipe e Elias tem grandes chances de sairem ainda durante a 'janela de transferência', embora apenas Douglas tenha proposta concreta até este momento. Mas, Elias e Felipe vivem sendo sondados por equipes do exterior e podem sair a qualquer momento.

Segundo o ex-jogador do Timão, o ídolo Neto, disse em seu blog, o Corinthians contratou Paulo André, um bom zagueiro que jogou no Atlético-PR e que estava no Le Mans, da França. E fala-se muito na possível vinda de Lucas, do Liverpool, bom volante que sabe sair jogando. E ainda haverá a estréia de Edu (ex-Valência e ex-Arsenal), em Agosto, enquanto que Jucilei está firmando, cada vez mais, como titular da equipe, pois joga de cabeça erguida, toca bem a bola e sabe marcar.

O Palmeiras, que contratou Muricy Ramalho, perdeu do Goiás, por 2 X 1, no Serra Dourada. Os palmeirenses reclamaram do pênalti marcado pelo árbitro a favor do time goiano, mas vi o lance e, para mim, o pênalti aconteceu, pois o jogador do Palmeiras empurrou o jogador do time goiano dentro da grande área.

O Náutico empatou com o Botafogo, no Recife, mas isso aconteceu porque o time pernambucano foi beneficiado pela marcação de um pênalti inexistente e que lhe possibilitou chegar ao empate contra o time carioca. Este, aliás, vem subindo de produção depois que se reforçou com a volta de Reinaldo, que estava contundido desde o campeonato carioca, e com o retorno de André Lima ao clube, que mal foi aproveitado no São Paulo na época de Muricy, e de Lúcio Flávio, que quase não teve chances no Santos.

O Botafogo também revelou um bom e jovem volante, Batista, e tem Renato, ex-Corinthians, outro jogador de meio-campo que é jovem e é bom jogador. Assim, acredito que o Botafogo ainda irá crescer muito durante o campeonato e, no mínimo, conquistará uma vaga na Sul-Americana, isso se não 'beliscar' uma vaga na Libertadores. O seu maior destaque, no entanto, o zagueiro Juninho, poderá ser negociado com algum clube do exterior em breve, pois está jogando muito bem, principalmente com as suas fortes e precisas finalizações de longa distância.

O Flamengo empatou com o Barueri, em pleno Maracanã, não jogou bem, o time foi vaiado e a sucessão de 3 resultados ruins em 3 jogos consecutivos no Maracanã provocaram a queda do técnico Cuca que, pelo que se sabe agora, tinha um relacionamento muito ruim com o elenco rubro-negro. E 3 membros da diretoria do clube, incluindo Kléber Leite, pediram demissão. O Flamengo que se cuide, pois alguns times que estavam mal estão se recuperando (ex: Avaí e Botafogo) e em breve o Mengão poderá se ver entre os últimos colocados na tabela de classificação.

O Internacional, em má fase, empatou com o São Paulo, outro time que tenta voltar aos 'bons tempos' do passado. A destacar, nesta partida, a péssima arbitragem, que validou 2 gols impedidos do Inter e marcou um pênalti inexistente, e desperdiçado por Washington, a favor do São Paulo. O jogo foi dividido em 2 etapas: o Inter foi muito superior no primeiro tempo e o São Paulo foi bem melhor no segundo tempo. Pelo que mostraram dentro de campo, o placar foi justo, apesar dos gritantes erros de arbitragem.

O Cruzeiro obteve uma boa vitória sobre o Santo André, no campo deste, e deverá iniciar uma recuperação após a perda do título da Libertadores para o Estudiantes. O elenco do Cruzeiro é bom e deverá estar entre os primeiros colocados do Brasileirão num futuro não muito distante.

Já o Santos conseguiu derrotar o fraco Atlético-PR na estréia do técnico Vanderley Luxemburgo. O Santos tem sérios problemas defensivos, mas Luxemburgo tem capacidade suficiente para consertar tais problemas. Porém, se quiser, realmente, conquistar uma vaga na Libertadores em 2010, o Santos precisará reforçar o seu elenco, principalmente no setor defensivo.

Para finalizar, o Avaí venceu o Grêmio, em Floripa, e obteve a sua 3a. vitória consecutiva, iniciando uma reação que o tirou da zona do rebaixamento. E Coritiba e Sport apenas empataram na capital paranaense. Estes 2 times terão que melhorar muito caso desejem escapar do rebaixamento, principalmente o time pernambucano, que vive um momento de grande instabilidade após a eliminação da Libertadores e a saída do técnico Nelsinho Baptista e do lateral Paulo Baier.

Para saber a classificação do campeonato, entrem aqui:

http://esporte.ig.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro_serie_a_2009/classificacao/

sábado, 25 de julho de 2009

Clubes brasileiros são pobres quando comparados com os da Europa!

Por que, todos os anos, os melhores jogadores em atividade no Brasil são negociados com clubes da Europa e do Oriente Médio, principalmente?

Simples: porque os clubes brasileiros são muito pobres quando comparados com os times destas regiões do mundo.

O faturamento dos principais clubes da Europa, por exemplo, é muitas vezes maior do que o dos grandes clubes brasileiros. Os 'grandes' clubes brasileiros são muito pequenos, de fato, quando comparados com os principais clubes europeus.

Abaixo, publico o faturamento dos grandes clubes europeus (em Euros e depois em Reais, seguindo-se uma cotação de R$ 2,70 por Euro) na temporada 2007/2008. A diferença é brutal.

O total faturado pelos 20 clubes da lista chega a 3.923.4000,00 de euros, cerca de 11 bilhões e 500 milhões de reais. Confere aí a lista, em euros e em Reais:

01. Real Madrid (Espanha) - 365,8 milhões (R$ 988 Milhões);
02. Manchester United (Inglaterra) - 324,8 milhões (R$ 877 Milhões)
03. Barcelona (Espanha) - 308,8 milhões (R$ 834 Milhões);
04. Bayern Munich (Alemanha) - 295,3 milhões (R$ 797 Milhões);
05. Chelsea (Inglaterra) - 268,9 milhões (R$ 726 Milhões);
06. Arsenal (Inglaterra) - 264,4 milhões (R$ 714 Milhões);
07. Liverpool (Inglaterra) - 210,9 milhões (R$ 569 Milhões);
08. Milan (Itália) - 209,5 milhões (R$ 565 Milhões);
09. Roma (Itália) - 175,4 milhões (R$ 473 Milhões);
10. Internazionale (Itália) - 172,9 milhões (R$ 467 Milhões);
11. Juventus (Itália) - 167,5 milhões (R$ 452 Milhões);
12. Olympique Lionnais (França) - 155,7 milhões (R$ 420 Milhões);
13. Schalke 04 (Alemanha) - 148,4 milhões (R$ 400 Milhões)
14. Tottenham Hotspur (Inglaterra) - 145,0 milhões (R$ 391 Milhões);
15. Hamburger SV (Alemanha) - 127,9 milhões (R$ 345 Milhões);
16. Olympique de Marseille (França) - 126,8 milhões (R$ 342 Milhões);
17. Newcastle United (Inglaterra) - 125,6 milhões (R$ 339 Milhões);
18. VfB Stuttgart (Alemanha) - 111,5 milhões (R$ 301 Milhões);
19. Fenerbahce (Turquia) - 111,3 milhões (R$ 300 Milhões)
20. Manchester City (Inglaterra) - 104,0 milhões (R$ 281 Milhões).

http://burrodegalocha.blogspot.com/2009/02/top-20-clubes-de-maior-faturamento-na.html




Agora, vejam o faturamento dos clubes brasileiros no mesmo ano de 2008.

1) São Paulo - R$ 160 Milhões;
2) Internacional - R$ 142 Milhões;
3) Palmeiras - R$ 138 Milhões;
4) Flamengo - R$ 118 Milhões;
5) Corinthians - R$ 117 Milhões;
6) Grêmio - R$ 99 Milhões;
7) Cruzeiro - R$ 94 Milhões;
8) Fluminense - R$ 66 Milhões;
9) Santos - R$ 65 Milhões;
10) Atlético-MG - R$ 57 Milhões;
11) Vasco - R$ 52 Milhões;
12) Botafogo-RJ - R$ 51 Milhões;
13) Portuguesa-SP - R$ 47 Milhões;
14) Atlético-PR - R$ 44 Milhões;
15) Coritiba - R$ 37 Milhões;
16) Figueirense - R$ 28 Milhões;
17) São Caetano - R$ 24 Milhões;
18) Náutico - R$ 20 Milhões;
19) Vitória-BA - R$ 19 Milhões;
20) Paraná - R$ 17 Milhões;
21) Barueri - R$ 17 Milhões.

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1164208-9825,00-PELO+TERCEIRO+ANO+SEGUIDO+SAO+PAULO+TEM+A+MAIOR+RECEITA+ENTRE+CLUBES+BRASIL.html

sábado, 18 de julho de 2009

A Libertadores, a Globo, o Eixo RJ-SP e o Futebol Globalizado!

O Futebol Globalizado!


Existe, no Brasil, hoje, uma tendência a se promover uma super-valorização da Taça Libertadores da América. Que ela é o principal torneio de futebol da América do Sul, não se questiona. Mas, a vida e a existência de um clube não pode se limitar a ganhar uma Libertadores. Os demais torneios também têm a sua importância.

Vejam o caso do Palmeiras: depois que o mesmo ganhou a Libertadores, em 1999, poucos o time palestrino venceu um Campeonato Paulista em 2008 e mais nada. É muito pouco para um time com a força e a tradição do Palmeiras. Então, depois da conquista da Libertadores, em 1999, o Palmeiras encolheu em vez de crescer.

Com relação ao que a Globo transmite, é claro que ela privilegia a audiência, pois é uma emissora comercial aberta. E a concessão dela foi aprovada pelo Congresso Nacional. E a Globo claramente privilegia os clubes de maior torcida do país, que são os do Eixo RJ-SP, principalmente o Flamengo e o Corinthians, que tem as 2 maiores torcidas do país.

Os times do RJ e de SP sempre foram os melhores do Brasil e isso não começou agora. Basta ver a escalação das Seleções Brasileiras Tricampeãs Mundiais de 1958, 1962 e 1970 para se perceber que essa hegemonia do eixo Rio-SP, no futebol brasileiro sempre existiu e já foi bem maior do que atualmente.

Vejam a escalação Seleção Brasileira Campeã Mundial de 1958:

Gilmar - Corinthians
Djalma Santos - Portuguesa-SP
Bellini - Vasco
Orlando - Vasco
Nilton Santos - Botafogo

Zito - Santos
Didi - Botafogo

Garrincha - Botafogo
Vavá - Palmeiras
Pelé - Santos
Zagallo - Flamengo

Viram algum jogador de MG ou do RS nesta relação? Não, não é mesmo?

Entre os reservas campeões mundiais de 1958 a situação não era diferente. Em 1962, essa hegemonia do eixo Rio-SP na Copa do Mundo se repetiu. O time titular campeão mundial de 1962 foi o mesmo de 1958. Mudou-se apenas a dupla de zaga, com Mauro e Zózimo (reservas em 1958) tornando-se titulares em 1962.

E mesmo em 1970 isso ocorreu. Tivemos Tostão e Piazza, do Cruzeiro, no time titular, mas eram exceções. Mas, a imensa maioria dos jogadores convocados para a Seleção Tri-Campeã Mundial de 1970 continuava sendo do eixo Rio-SP.

Assim, tal hegemonia do eixo Rio-SP existiu enquanto os principais jogadores do futebol brasileiro atuavam no país.

Somente depois que começaram a debandar em massa para a Europa e outros mercados (Oriente Médio, por exemplo) é que isso mudou.

A convocação da Seleção Brasileira de 1982, que foi a última grande representante do Futebol-Arte brasileiro, mostrava o claro predomínio do futebol do eixo RJ-SP. Dos 22 convocados, 14 atuavam em times cariocas ou paulistas, 3 jogavam no RS e 3 em MG. Apenas 2 atuavam no exterior (Falcão e Dirceu).

Portanto, tal hegemonia do eixo RJ-SP existe desde o início do futebol no Brasil, na verdade.

Os times do RJ sempre foram muito mais populares no Norte/Nordeste do país do que os de outros estados e por um motivo muito simples.

Na Era de Ouro do Futebol carioca (anos 50-60-70 principalmente) os times do RJ faziam inúmeros amistosos, todos os anos, nestas regiões, levavam todos os seus craques (Garrincha, Didi, Nilton Santos, etc) para estes amistosos e, com isso, conquistaram uma torcida imensa no Norte/Nordeste do país.

E isso não tem nada a ver com a Rede Globo, como alguns pensam por aí.

Aliás, até antes de surgir o Santos de Pelé, os times do RJ sempre foram os melhores do país. Vejam que na Copa de 1950, dos 11 titulares do Brasil, 6 jogadores eram do Vasco. E aquela foi uma seleção fantástica que perdeu o título porque entrou no 'já ganhou' e subestimou o Uruguai, que tinha uma seleção forte e competitiva, sim.

E a tal 'lógica mercadista' para o futebol, que muitos criticam, já está mais do que consolidada e estabelecida no futebol mundial.

Antes da Copa do Mundo de 2006, o Campeão Mundial Beckenbauer veio para o Brasil e concedeu algumas entrevistas e quando questionado sobre isso, disse que já funcionava assim na Europa e que tal situação era irreversível.

Goste-se ou não, mas o fato é que o romantismo no Futebol acabou há muito tempo. Não há mais espaço para cartolas amadores e nem incompetentes e nem para times de pouca torcida no futebol de alto nível que se pratica no mundo todo, atualmente.

Aí estão as recentes negociações de Cristiano Ronaldo e de Kaká que não me deixam mentir...

Tudo, hoje, no Futebol gira em torno disso: dinheiro, audiência, patrocínios, marketing. Business, enfim.

O Futebol virou mais um segmento altamente lucrativo da gigantesca indústria mundial do Entretenimento, que também fatura e movimenta horrores, no mundo inteiro. Aliás, pelo que eu saiba, esta é a maior 'indústria' do mundo.

Tempos atrás eu li que o Entretenimento, em todas as suas facetas (música, cinema, esportes, etc), é o principal item da pauta de exportações dos EUA, superando até as indústrias de aviação ou armamentista.

Nesse mundo do Futebol globalizado e bilionário não haverá mais espaço para os Genoas, West Hams, XVs de Jaú ou Juventus da Rua Javari.

Juventus, só se for a de Turim, mesmo.

Antigamente os grandes clubes europeus faziam a sua pré-temporada apenas na Europa. Hoje, eles fazem isso nos EUA, na Ásia, pelo mundo afora, enfim, aonde eles forem pagos, e muito bem pagos, para fazer tal pré-temporada.

Até a pré-temporada dos grandes clubes europeus, hoje, é objeto de negociação e os clubes a utilizam para engordar um pouco mais os seus cofres.

Li hoje que somente com o marketing em cima do Kaká o Real Madrid irá faturar cerca de 100 milhões de Euros POR ANO. Assim, em APENAS 1 ano, o Real Madrid já irá recuperar todo o INVESTIMENTO feito para contratar Kaká e já terá lucro em cima do mesmo, que foi 'comprado' por 'apenas' 65 milhões de Euros.

Quanto à audiência, o fato concreto é esse: quando a Globo transmite jogos do Corinthians e do Flamengo a audiência é muito maior do que quando ela transmite jogos do São Paulo, do Cruzeiro ou do Fluminense.

E como eu já disse, essa hegemonia do eixo Rio-SP já existia muito antes da Rede Globo sequer existir. Ela não construiu tal hegemonia, portanto.

A Rede Globo é uma rede COMERCIAL que visa o lucro e, para isso, precisa de audiência.

Se futuramente os jogos do Cruzeiro começarem a dar mais audiência, de maneira que compense ser transmitidos, eles serão exibidos em número muito maior do que hoje, é claro.

Enquanto isso não acontecer, a Globo continuará dando preferência para os clubes de maior torcida do Brasil, que são Flamengo e Corinthians.

E a Globo pagou para transmitir o Brasileiro e muitos clubes já receberam as verbas, da emissora, antecipadamente, dos próximos anos.

Então, os clubes brasileiros não têm nem como reclamar desta situação. Eles têm mais é que passar a ser geridos como empresas, de maneira profissional e competente, visando o lucro, mesmo. Não há outra saída.

Futebol virou Business, goste-se ou não disso.

Cruzeiro perde final da Libertadores para o Estudiantes em pleno Mineirão! Afinal, porque os times brasileiros perdem tantas finais de Libertadores??

E o Cruzeiro, hein? Perdeu do Estudiantes, por 2 X 1, de virada, jogando em pleno Mineirão lotado. Creio que o time mineiro era superior, tecnicamente falando, ao clube argentino. Mas, parece que os cruzeirenses entraram num clima de 'já ganhou' e todas as vezes em que isso acontece, o time que pensa que já é campeão, acaba derrotado.

Parece que muitos ainda não aprenderam a lição da final da Copa do Mundo de 1950, no Maracanã.

Porém, além deste 'oba-oba', creio que há um motivo concreto para que os clubes brasileiros percam tantas decisões de Libertadores.

Só para lembrar as mais recentes, tivemos: Estudiantes derrota o Cruzeiro (2009); LDU derrota o Fluminense(em 2008); Boca Jrs derrota o Grêmio (em 2007); Boca Jrs derrotou o Santos (2003); Olimpia derrotou o São Caetano (2002); Boca Jrs. derrotou o Palmeiras (2000).

A questão é: porque os clubes brasileiros falham tanto na decisão da Libertadores?

Alguns atribuem isso a um clima de 'já ganhou' (parece que o mesmo contaminou tanto o Fluminense em 2008 como o Cruzeiro neste ano). Outros dizem que os brasileiros ficam muito nervosos com as tradicionais catimbas e as provocações dos times argentinos, uruguaios, paraguaios, etc, e muitas vezes perdem a cabeça, recebendo cartões amarelos e vermelhos em momentos decisivos.

E outros ainda responsabilizam o fato de que os brasileiros se preocupam demais com a arbitragem, pois esta, nos demais países da América do Sul, assinala muito menos falta do que os árbitros brasileiros. Aqui no Brasil, os jogadores estão acostumados a cavar faltas e os árbitros as marcam quase sempre. Daí, quando vão disputar torneios internacionais na América do Sul (Libertadores e a Sul-Americana) os árbitros dos demais países adotam um estilo diferente de atuação e deixam de marcar essas faltas cavadas e até mesmo lances mais duros por partes dos jogadores deixam de ser marcados. Assim, quando atuam em tais torneios, os brasileiros acabam não resistindo ou não se adaptando a este estilo diferente de arbitragem e nem a jogos bem mais duros e violentos do que aqueles que temos no Brasil.

Mas, mesmo que tudo isso seja verdade, entendo que há um motivo muito simples para explicar toda essa dificuldade que os clubes brasileiros enfrentam na hora de decidir a Libertadores.

É o fato de que nos países vizinhos, os times que disputam a Libertadores são, praticamente, sempre os mesmos, e isso acontece em todos os anos.

Alguém se lembra de alguma Libertadores em que o Boca Jrs ou o River Plate não estivessem presentes? Eu, não. Nos demais países ocorre a mesma situação: Colo-Colo, Nacional (URU), Libertad (PAR), etc, disputam a Taça Libertadores, praticamente, todos os anos. Assim, eles acumulam uma imensa experiência na disputa do torneio. Já estão mais do que habituados a participar do mesmo.

Já no Brasil, isso não acontece, a não ser muito raramente.

Com a exceção do São Paulo, que disputou várias Libertadores na sequência, ocorre uma grande variação dos clubes brasileiros que participam da competição. Quase todos os anos temos significativas mudanças na relação dos clubes brasileiros que participam da Libertadores, algo que quase não acontece, ou que ocorre numa frequência bem menor, nos países vizinhos, onde um pequeno número de clubes domina o cenário do futebol local e, assim, estão sempre participando da Libertadores.

E quando algum clube brasileiro volta para participar do torneio no ano seguinte ou 2 ou 3 anos depois, o seu elenco já sofreu tantas modificações, que praticamente nenhum jogador consegue participar de mais de uma Libertadores de maneira consecutiva.

Na semana passada, o técnico do Corinthians, Mano Menezes, declarou que esta inexperiência do elenco do Grêmio em disputa de Libertadores foi o que impediu que o time gaúcho conquistasse o título da competição em 2007, quando perdeu a final da competição para o Boca Jrs, time que disputa a Libertadores todos os anos.

O Corinthians, por exemplo, disputou a Libertadores em 2006 e a disputará, novamente, em 2010. Porém, quantos jogadores que participaram da competição em 2006 estarão presentes em 2010? Nenhum. O Corinthians é o mesmo, mas o elenco será totalmente diferente. Assim, qual a experiência que o atual elenco corintiano possui na disputa da Libertadores? Nenhuma.

E essa inexperiência faz muita diferença, principalmente nos momentos decisivos.

Foi justamente por isso que o técnico Mano Menezes pediu para que o Timão contrate, para 2010, vários jogadores com experiência de Libertadores e que estejam acostumados ao jogo mais duro e mais violento que temos na principal competição do futebol sul-americano.

Assim, creio que a CBF deveria reivindicar que o Brasil tivesse um maior número de vagas (7, pelo menos) na disputa da Libertadores. E isso não seria injusto pois, afinal, existe uma grande diferença qualitativa entre o futebol brasileiro, Pentacampeão Mundial de Futebol, e o da Bolívia, Venezuela, Peru ou Equador. E não me parece justo que o Brasil tenha direito a apenas 5 vagas na Libertadores, enquanto que estes países, sem maior tradição no futebol mundial, tenham 3 vagas cada um.

Com um maior número de clubes brasileiros participando da Libertadores, poderíamos ver vários clubes do país conquistando vagas na Libertadores em quase todos os anos, tal como ocorre com o Boca Jrs, River Plate, Nacional do Uruguai, acumulando uma experiência significativa na disputa da competição. Com isso, o percentual de vitórias dos clubes brasileiros iria crescer, sem dúvida alguma.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Inter perde outra decisão, para a LDU, pela Recopa Sul-Americana!


E o Inter, hein? Depois de ser derrotado na decisão da Copa do Brasil, pelo Corinthians, os Colorados perderam outra decisão. Desta vez foi para a LDU (3 X 0, em Quito, sendo que a LDU já havia vencido o primeiro jogo, no Beira-Rio, por 1 X 0).

A LDU jogou muito melhor do que o Inter, principalmente no segundo tempo. Na primeira etapa, o Inter ainda criou algumas chances de gol, mas acabou penalizado por duas jogadas aéreas e o primeiro tempo terminou com 2 X 0 para a LDU, que já representava uma enorme vantagem para o time do Equador.

Na segunda etapa, o desempenho do Inter foi muito pior, o tive levou outro gol e, daí, não havia mais salvação.

Com estes resultados (derrota para o Corinthians, na Copa do Brasil, e para a LDU, na Recopa Sul-Americana), o Inter mostra que não consegue mais repetir as boas atuações do início do ano e deixou de ser apontado como o melhor time do Brasil.

Para mim, isso não é surpresa e por vários motivos:

1) O Inter é um time forte e competitivo, mas está muito longe de ser um 'bicho-papão'. E eu já dizia isso antes mesmo destas duas derrotas em disputa de título;

2) O Campeonato Gaúcho não é parâmetro para nada, pois no RS há somente 2 times fortes, que são Inter e Grêmio. E este, em 2009, privilegiou a Libertadores, deixando o 'Gauchão' em segundo plano. Com isso, o Inter fez a final do campeonato estadual contra o fraco Caxias, que disputa a Série C do Brasileirão. E os demais times gaúchos são ainda piores;

3) O Inter caiu de rendimento justamente nas semanas anteriores à disputa destes 2 títulos;

4) O Corinthians é um time forte e competitivo, que foi subindo de produção ao longo do ano e que, desde a fase final do Paulistão derrotou, com seu time titular, todos os seus principais adversários, tanto na Copa do Brasil, como no Paulistão. Assim, a vitória do Corinthians sobre o Inter não foi nenhuma surpresa, ainda mais depois que Ronaldo também subiu de produção e voltou a marcar muitos gols;

5) A LDU fez uma Libertadores muito ruim neste ano, tendo sido eliminada na primeira fase da competição. Mas, trocou de técnico e, como ficou claro nestes 2 jogos contra o Inter, passou a jogar muito melhor. Logo, não surpreende nenhum pouco que ela tenha derrotado o Inter em ambos os jogos.

Então, o Inter parece que acreditou 'no papo' da imprensa esportiva, ou de grande parte dela, pelo menos, de que era um timaço, um bicho-papão, que seria 'o time a ser batido' pelos outros clubes, de que iria ganhar tudo em 2009, etc.

Deu no que deu...

E agora já está se comentando que Muricy poderá ser o novo técnico do Internacional. A diretoria do clube nega isso, mas se os resultados ruins continuarem se acumulando e o Inter, por exemplo, deixar o chamado G-4 (ou seja, não estiver entre os clubes que irão se classificar para a Libertadores de 2010), talvez a diretoria Colorada seja fortemente pressionada, pela própria torcida do Inter, no sentido de demitir Tite e contratar Muricy para o seu lugar.

O Fenômeno Vira Lenda!


O FENÔMENO VIRA LENDA.

Ronaldo vai virar lenda
Por muito que tem jogado
Fez três gols numa partida
Depois que foi machucado
E pense nuns gols bonitos
Um até meio esquisito
De primeira e angulado

A façanha aconteceu
Dia oito deste mês
Quando o time Fluminense
Resolveu virar freguês
E o fenômeno malvado
Dos quatro gols registrados
Foi responsável por três

Em pleno Pacaembu
Totalmente reformado
O fenômeno jogou muito
Depois de ter conquistado
Campeonato Paulista
Copa do Brasil na lista
Quando desacreditado

Na corrida recebeu
A bola e driblou ligeiro
Um jogador que podia
Tê-lo parado primeiro
E sem qualquer compaixão
Deixou-o de bunda no chão
Tocou no canto e rasteiro

Nos três gols do artilheiro
Não teve bola parada
Todos foram construídos
De cada jogada armada
Foi um trabalho conjunto
Porém, o fenômeno junto
Mandou bem toda jogada

Ter Ronaldo do seu lado
A todo time convém
Ele faz a diferença
Que outros times não têm
Mesmo estando machucado
Farreando ou descasado
Joga mais do que ninguém.

Edmar Melo.

Obs: o autor deste poema publicou-o no blog do Nassif. Ficou tão bom que estou reproduzindo-o aqui no blog.

Por que a Globo transmite tantos jogos do Corinthians? Em função da audiência, é claro!!


Muitos torcedores reclamaram que, na quarta-feira passada, a Rede Globo preferiu transmitir o jogo entre Corinthians X Fluminense, pelo Brasileirão, em vez de exibir a primeira partida da final da Libertadores, entre Estudiantes X Cruzeiro.

Mas, a Globo adotou tal medida porque os jogos do Corinthians conseguem uma audiência muito maior do que a de qualquer outro time brasileiro, independente de qual seja o torneio do qual o Timão esteja participando.

Tanto isso é verdade que, em 2008, a Globo transmitiu um jogo do Corinthians, pela Série B, em vez de passar os jogos do São Paulo ou do Palmeiras, que disputavam as suas partidas (pela Série A do Brasileirão) no mesmo dia e horário da partida do Timão.

O Corinthians não tem culpa se os seus jogos obtém uma audiência muito maior do que as dos outros clubes do país, independente do torneio que ele esteja disputando.

E o que a Globo quer é justamente isso: audiência. Basta a Globo transmitir um jogo do São Paulo, atual tricampeão brasileiro, que a audiência despenca.

E quando a Globo transmite jogos do Corinthians, muitas vezes a audiência dos mesmos supera até a de partidas da Seleção Brasileira.

Outro dia li que o 2o. jogo da final da Copa do Brasil deu uma audiência de 41 pontos no Ibope apenas para a Globo (foi a maior audiência para um jogo de futebol desde o final de 2007), sem contar a audiência da Band, ESPN Brasil, e Sportv, que também transmitiram o jogo.

Aliás, algo me diz que os torcedores que reclamam da transmissão de tantas partidas do Corinthians, pela Rede Globo, também viram este jogo final entre o Timão e o Inter, certo?

Então, enquanto o Corinthians continuar líder de audiência, a Globo, que de masoquista não tem nada, continuará privilegiando a transmissão dos jogos do Timão.

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Corinthians dá show no 1o. Tempo e derrota o Fluminense por 4 X 2, com 3 gols de Ronalgênio!!


No jogo que encerrou a 9a. rodada do Brasileirão 2009, o Corinthians deu um show de bola no 1o. tempo contra o Fluminense, fez 3 X 0 facilmente e depois quis apenas fazer passar o tempo e, daí, na segunda etapa da partida, começou a andar em campo.

Enquanto isso, Parreira trocou 3 jogadores de uma vez só e foi para cima do Timão, o Flu fez 2 gols, mas daí o Timão acordou e voltou a jogar bola, equilibrando tudo novamente.

E o Fred foi ridículo. Ele se jogou, de forma clara, para tentar cavar uma falta na entrada da área do Timão. No lance, o zagueiro Chicão foi se afastando e o Fred despencou no gramado, como se tivesse a idade de Matusalém. Daí, como o árbitro, Heber R. Lopes, corretamente, não marcou nada, ele xingou o Heber de tudo quanto é nome feio que ele aprendeu na escola da vida e foi expulso, matando a tentativa de reação do Fluminense.

E depois ainda tivemos um outro golaço do Ronalgênio. Aquela bola que ele acertou no 4o. do Timão foi sensacional! Com 2 jogadores do Flu bem à sua frente, obstruindo a sua visão, Ronalgênio pegou de primeira, com a parte de dentro do pé e marcou um golaço, com uma imensa categoria, que somente os craques possuem.

Qualquer outro atacante chutaria aquela bola para a bandeirinha de escanteio ou para o Tobogã. Mas, como foi o Ronalgênio que chutou, ele fez um golaço.

Aliás, os 3 gols de Ronaldo, ontem, contra o Flu, mostra, mais uma vez, o quanto ele é um jogador diferenciado. No primeiro, mesmo visivelmente fora de forma, ele correu mais do que o jogador do Fluminense, saiu na cara do goleiro e marcou por cobertura, com categoria e tranquilidade. Aliás, este gol foi um presente de Douglas, que fez uma assistência magistral para o 'Gordinho'. E Douglas fez a sua melhor partida pelo Corinthians neste ano, sendo que também participou do lance do 3o. gol do Timão, quando fez uma tabela belíssima com Ronaldo. Ontem, Douglas, mais do que nunca, justificou o apelido de 'Maestro' e fez um 'paritidaço'.

Agora, o golaço da noite foi o 2o. marcado por Ronaldo, que deu um pique, cortou os zagueiros do Fluminense, deixou um deles sentado na área e chutou no meio dos 2, no canto direito do goleiro, que se esticou todo, mas não alcançou a bola. Gol de Gênio!

É o Ronalgênio!

E o jornalista Milton Neves previu, na Rádio Bandeirantes à tarde, que o Flu iria ganhar por 1 X 0 porque o Coringão ainda estaria comemorando o Tri-Campeonato da Copa do Brasil. A torcida do Timão pode comemorar, até o começo do ano que vem, o Tri-Campeonato da Copa do Brasil, mas o time não. Este, tem que continuar jogando sério e brigar pela Quádrupla Coroa (Taça SP de Jrs. Invicto, Paulistão Invicto, Copa do Brasil quase invicta e Brasileirão).

E o técnico Mano Menezes já declarou que não quer ver o Corinthians brincando no Brasileirão e que a Libertadores começa somente no ano que vem. Logo, o Timão terá que encarar o Brasileirão com muita seriedade.

E o elenco corintiano atendeu à ordem de Mano e na primeira partida após a conquista do Tri-Campeonato da Copa do Brasil, o Timão já enfiou 4 X 2 no Fluminense e deu um show de bola no primeiro tempo da partida, como há muito tempo não se via no Brasil.

Caso continue jogando esse futebol organizado, rápido, eficiente, criativo e bonito, o Corinthians terá tudo para conquistar o Penta-Campeonato do Brasileirão, pois nenhum outro time brasileiro está jogando, neste momento, o futebol que o Corinthians mostrou no 1o. tempo da partida contra o Fluminense.

domingo, 5 de julho de 2009

Brasileirão 2009 - 9a. Rodada!


A 9a. rodada do Brasileirão, que será concluída nesta quarta-feira à noite, com o jogo entre Corinthians X Fluminense, no Pacaembu (às 21h50... a mudança foi exigida pela Rede Globo, que irá transmitir o jogo ao vivo), começou neste final de semana, com 9 jogos.

Ontem, o Santos derrotou o Sport (1 X 0), mas com um gol irregular, pois Neymar estava impedido quando recebeu a bola e passou para Paulo Henrique marcar, no final do jogo. O jogo foi fraco, sendo que o Sport se preocupou apenas em se defender, enquanto o Santos tentava tomar a iniciativa da partida, mas criou poucas chances de gol durante os 90 minutos. O Santos mostrou pouca criatividade e a vitória pode até dar um pouco mais de tranquilidade ao time, mas terá que melhorar muito se quiser algo mais neste Brasileirão.

Já o Flamento derrotou o Vitória (2 X 1) e o Santo André empatou com o Barueri (1 X 1). É bom que se diga que o árbitro anulou um gol legítimo do Santo André, na partida contra o Barueri.

Hoje, o Grêmio goleou o Atlético-PR (4 X 1), com 2 gols de Maxi Lopez e outros 2 de Herrera, e parece que não sentiu tanto a eliminação da Libertadores no meio da semana, mas isso é algo que ainda terá que ser demonstrado durante o campeonato, pois o Atlético-PR é um time muito fraco e é um sério candidato ao rebaixamento.

O Palmeiras foi até Santa Catarina e derrotou (3 X 0) ao Avaí e com muita facilidade. O Palmeiras foi muito superior ao time catarinense e jogou com muita vontade e determinação. Até Fabinho Capixaba, fortemente perseguido pela torcida palmeirense, fez uma boa partida. O destaque do jogo foi o atacante Obina, que marcou 2 gols, e que jogou muito bem.

Cada vez mais estou convencido de que o Palmeiras irá brigar pelo título do campeonato, junto com o Corinthians, com o Internacional e talvez com o Cruzeir, que é outro bom time deste campeonato, mas que perderá o ótimo Ramires em breve para o Benfica.

O Avaí é muito fraco e também terá que fazer milagres caso queira continuar na Série A do Brasileirão.

Enquanto isso, o São Paulo foi derrotado pelo Coritiba (2 X 0), em Curitiba, e parece que ainda não se recuperou dos conflitos internos, da eliminação da Libertadores e da demissão de Muricy. Caso o time não melhore nas próximas rodadas, talvez o técnico Ricardo Gomes comece a sentir uma forte pressão, o que poderá prejudicar ainda mais o desempenho do time no campeonato. A continuar assim, o máximo que o tricolor paulista conseguirá será uma vaga na Sul-Americana.

No Serra Dourada, o Goiás derrotou o Cruzeiro (1 X 0), que atuou com o seu time reserva, pois está totalmente concentrado para a final da Libertadores, contra o Estudiantes. Felipe, de falta, converteu para o time goiano.

Já o Internacional derrotou o fraco Náutico (que é outro time que terá que lutar muito para não ser rebaixado) por 2 X 0, no Recife, com 2 gols de Nilmar (é bom que se diga que Nilmar estava impedido no lance do 2o. gol... será que o Fernando Carvalho irá incluir tal lance num DVD com lances irregulares que beneficiaram ao Inter durante este Brasileirão? duvido...). Apesar de ter sido derrotado pelo Corinthians na final da Copa do Brasil, creio que o Inter brigará pelo título do Brasileirão, a não ser que sofra um desmanche durante a 'janela européia'.

Finalmente, o Atlético-MG apenas empatou (1 X 1) com o Botafogo, em pleno Mineirão, e desperdiçou uma ótima oportunidade de somar mais 3 pontos e se manter na liderança do campeonato. O Botafogo jogou bem fechado na defesa e saía em contra-ataque, tendo algumas boas oportunidades para marcar, principalmente no final do jogo, mas não soube aproveitá-las. A se destacar a vontade com que os jogadores do time carioca jogaram. Parece que o Botafogo percebeu que precisa se recuperar o quanto antes, caso contrário poderá ser novamente rebaixado para a Série B.


Para maiores informações, cliquem aqui:


http://esporte.ig.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro_serie_a_2009/classificacao/

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Corinthians empata e conquista o Tri-Campeonato da Copa do Brasil!


O Corinthians conquistou, ontem, o TriCampeonato da Copa do Brasil (após ter sido Campeão em 1995 e em 2002). O Timão poderia ter liquidado a fatura já em SP, quando o Inter ficou com 10 jogadores, depois que o Leandrão tentou matar 2 jogadores do Timão no segundo tempo da partida e acabou expulso,

Mas, mesmo depois que ficou com um jogador a mais em campo, o Timão se cuidou para não levar gol em casa. Aliás, o Corinthians não sofreu nenhum gol em casa nesta Copa do Brasil e este foi um dos fatores mais importantes na conquista da Copa do Brasil deste ano.

E alguns críticos estão dizendo que o Ronaldo não fez gol ontem. E daí? Ronaldo participou dos 2 lances de gol do Corinthians no jogo de ontem. Ronaldo percebeu que estava sendo bem marcado dentro da área do Inter e, daí, ele saiu da área em ambos os gols, puxou a marcação da defesa do Inter para fora da área e abriu espaço para o Jorge Henrique e o André Santos marcarem. Aliás, a assistência para o André foi feita pelo Ronaldo.

Portanto, mesmo sem fazer gols ontem, Ronaldo foi decisivo, sim, como já tinha acontecido em São Paulo, quando marcou o 2o. gol que ‘matou’ o Inter no Pacaembu e na disputa do título.

O fato é que o Corinthians jogou melhor do que o Inter nos 2 jogos da final. Ontem, no primeiro tempo, depois de uma pressão inicial do Inter, que durou uns 15 minutos, o Timão tomou conta do jogo, passou a tocar bem a bola, marcou 2 gols e dominou amplamente a partida, sem dar muitas chances para o Inter marcar. E quando isso aconteceu, Felipe apareceu para defender tudo, impedindo que Nilmar marcasse em 3 oportunidades. E nos 2 gols do Inter, Felipe não teve culpa alguma, sendo que ambos aconteceram em um momento de jogo que o Timão deu uma relaxada. Mas, depois de sofrer o empate, o Corinthians passou a controlar a partida novamente, e conquistou o título com total merecimento.

Aliás, este fato que acabou reconhecido pelo diretor do Inter, Fernando Carvalho, que afirmou que o Corinthians foi campeão de maneira justa e merecida. Aliás, tal diretor do Inter tentou criar uma situação embaraçosa para a arbitragem da partida, com aquele DVD ridículo criticando os árbitros que apitaram os jogos do Timão nesta Copa do Brasil. Isso fez com que o time e os torcedores do Inter tirassem do foco do jogo e ficassem muito mais preocupados com a arbitragem do que em pensar em uma maneira de derrotar o Corinthians. A superioridade do Corinthians neste final, nas 2 partidas, foi incontestável.

Aliás, o Inter está jogando muito mal atualmente, tanto que dos últimos 8 jogos venceu apenas 1 (foram 5 derrotas, 2 empates e apenas 1 vitória).

Enquanto isso, o time titular do Corinthians perdeu apenas 1 jogo em 2009, para o Atlético-PR, quando o Timão estava disputando a final do Paulistão contra o Santos, e mesmo assim somente não empatou o jogo porque o Chicão desperdiçou um pênalti e Morais perdeu um gol cara a cara com o goleiro no primeiro tempo.

O Corinthians é, hoje, o melhor time do Brasil! Disparado!

A defesa do Timão é muito sólida, o meio-de-campo marca muito bem e sabe sair jogando. E o ataque sempre decide quando precisa, principalmente Ronaldo, que mesmo quando não marca um gol, acaba criando situações favoráveis para que os mesmos sejam convertidos.

Assim, o Corinthians é um time muito forte e equilibrado, em todos os setores, e mantém os nervos sob controle mesmo quando é pressionado e passa por situações complicadas durante as partidas.

Tal fato deve-se ao trabalho sério e competente daquele que é, hoje, sem dúvida alguma, o melhor técnico do Brasil, que é o Mano Menezes.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Erros de arbitragem se acumulam no Brasileirão 2009!

O Brasileirão deste ano está sendo pródigo em erros grotescos de arbitragem. Não se trata de lances duvidosos, que deixam margem para interpretação dos árbitros, mas de lances nítidos, que somente a incompetência ou a má-fé de determinados árbitros e assistentes é que os leva a errar na marcação dos mesmos.

Nesta rodada anterior, tivemos 2 jogos em que os erros foram absurdos, a saber:

1) tivemos 2 pênaltis claros não marcados a favor do Palmeiras, no jogo contra o Santos, que terminou 1 X 1. Assim, se eles tivessem sido assinalados, o Palmeiras poderia ter vencido o jogo por 3 X 1. No primeiro pênalti, Obina foi derrubado dentro da área do Santos e o árbitro nada marcou. No segundo pênalti, foi a vez de Felipe, do Palmeiras, ter sido derrubado dentro da área santista e, novamente, o árbitro deixou a jogada prosseguir normalmente;

2) outro pênalti claro foi na partida Atlético-PR X Corinthians, disputada na Arena da Baixada, na qual o jogador Rafael Santos meteu o braço na bola dentro da área atleticana e, mesmo assim, o árbitro nada assinalou. Com isso, o Corinthians perdeu a chance de empatar a partida, o que seria um bom resultado, se levarmos em consideração que o time paulista jogou apenas com os jogadores reservas, pois os titulares foram poupados para a 2a. partida decisiva da final da Copa do Brasil, contra o Inter, quarta-feira, no Beira-Rio.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Brasil derrota os EUA e é tricampeão da Copa das Confederações!


O Brasil mereceu ser campeão, sem dúvida alguma, e se posiciona desde já como o grande favorito para ganhar a Copa do Mundo de 2010. A Seleção Brasileira tem um estilo de jogar que é a cara do seu treinador, ou melhor, que joga exatamente como o próprio Dunga jogava. Este, privilegiava a vontade, a garra e a determinação sobre a técnica individual.

Embora o Brasil possua, sem dúvida alguma, jogadores de ótimo nível técnico (Kaká, Robinho, entre outros) o fato é que a Seleção de Dunga joga com uma vontade e uma garra inegáveis. Simplesmente não existe 'bola perdida' para os jogadores brasileiros. Eles acreditam em todas as jogadas, marcam muito, correm o tempo inteiro, enfim, 'dão o sangue' pelo time.

Aliado à toda essa vontade de jogar, o Brasil ainda tem o melhor goleiro do mundo, atualmente, e jogadores que podem decidir uma partida numa jogada individual, como são o caso de Kaká e de Robinho.

Quanto ao esquema tático, a Seleção Brasileira procura marcar forte e roubar a bola para sair em velocidade no contra-ataque e liquidar com o adversário. Tal sistema funcionou, perfeitamente, no primeiro tempo do jogo contra a Itália.

Porém, ontem, na partida contra o esforçado e bem arrumado taticamente time dos EUA, o Brasil, no entanto, se desequilibrou após levar o primeiro gol e partiu feito louco para o ataque, abrindo buracos imensos na defesa, o que foi aproveitado pelos EUA para marcar o segundo gol num rápido contra-ataque que pegou toda a brasileira desprotegida e desogarnizada.

Mas, no intervalo do jogo, Dunga corrigiu isso e o time voltou para o segundo tempo sufocando os EUA, mas sem se abrir totalmente na defesa, evitando os contra-ataques da seleção estadunidense.

Daí, o Brasil fez valer o seu melhor futebol, muito superior ao dos EUA, e marcou 4 gols em 45 minutos, embora o assistente tenha deixado de assinalar um deles, legítimo, marcado por Kaká. Assim, o Brasil venceu por 3 X 2 e conquistou o segundo título na Era Dunga como técnico da Seleção.

É inegável que a Seleção Brasileira mostrou um grande poder de reação, mesmo depois de estar perdendo por 2 X 0. Mas, é bom que Dunga oriente seus pupilos para que os mesmos evitem de cair no desespero quando o time sair perdendo. O Brasil tem futebol suficiente para reverter um placar desfavorável e não precisa abrir totalmente a defesa, partindo feito um bando de malucos para o ataque. Basta impor o seu jogo que o Brasil vencerá, praticamente, todos os seus jogos.

Já a Espanha parece que ainda não consegue deslanchar nos momentos decisivos, embora tenha vencido a Eurocopa jogando um futebol muito técnico e ofensivo. Mas, ainda a considero uma das grandes favoritas para vencer a próxima Copa. Porém, ela não é nenhum bicho-papão e mostrou que pode ser derrotada. Mas, é bom lembrar que Iniesta não jogou essa Copa das Confederações e ele é fundamental para a seleção espanhola, bem como para o Barcelona também.

Quanto às substituições de Dunga, ontem, Elano entrou bem no jogo, mas o Daniel Alves foi muito mal e ficou o tempo inteiro tentando acertar outro chute sensacional, como o do gol que ele marcou contra a África do Sul, e é claro que errou todos os chutes. Talvez ele pense, ingenuamente, que todas as suas finalizações serão tão boas quanto a do gol que marcou contra o sul-africano.

Porém, o principal desta Copa das Confederações é que o Brasil mostrou que tem um padrão de jogo definido, o time titular não deverá mudar em nada até 2010, que o time já está entrosado e que os jogadores já assimilaram o padrão tático e o estilo de jogar adotado por Dunga.

E esta seleção me parece possuir, pelo menos até o momento, um espírito bastante positivo, constituindo uma verdadeira 'Família Dunga'. Percebe-se que o elenco é unido e que os jogadores gostam de Dunga e o respeitam, procurando fazer tudo o que ele determina. E conseguir isso é meio caminho andado para ganhar uma Copa do Mundo.

Isso mostra que o Brasil é, sempre, favorito para ganhar a Copa, a não ser quando os jogadores caem na farra e ficam mais preocupados em participar de eventos publicitários do que em treinar e em se preparar para os jogos (que foi o que aconteceu em 1998 e em 2006, daí as nossas derrotas em ambas as Copas para a seleção francesa de Zidane).

Para mim, a próxima Copa do Mundo tem 3 claros favoritos: Brasil, Espanha e Holanda. Esta última jogou o futebol mais bonito da última Eurocopa e venceu facilmente todos os jogos das Eliminatórias para a Copa de 2010 até o momento e deverá ser uma das grandes forças do próximo Mundial.

A Argentina de Maradona está jogando muito mal, a Alemanha não me parece que terá força e talento suficiente para ser campeã, embora tenha muita tradição e quase sempre chega entre os primeiros colocados. A França e a Itália estão renovando as suas seleções, ou precisam renová-las e, principalmente no caso italiano, a nova geração ou não teve chance de mostrar a que veio, ou não é tão boa quanto a anterior, que ganhou a Copa de 2006.

A Seleção sul-africana mostrou que dificilmente será campeã mundial, mas que poderá dificultar muito as coisas para qualquer outra seleção na Copa, pois jogou muito bem contra 2 das 3 melhores seleções do Mundo, que são Brasil e Espanha. Dependendo do chaveamento da Copa, não duvido que os sul-africanos disputem, pelo menos, o 3o. lugar da competição.

Palmeiras demite Luxemburgo e tenta contratar Muricy!!


O Palmeiras decidiu, na 'calada da noite', demitir o técnico Vanderley Luxemburgo, devido ao fato de que este teria 'quebrado a hierarquia' no clube ao reclamar, publicamente, da saída de Keirrison sem que ele, Luxemburgo, tivesse sido informado do fato.

Luxemburgo sempre foi ególatra, narcisista e sempre se considerou 'o último oásis do deserto'. Mesmo assim, ele é o segundo treinador que mais comandou o Palmeiras na história, ficando atrás apenas de Oswaldo Brandão. Esta foi a 4a. vez que Luxemburgo foi treinador do Alviverde. Assim, creio que a diretoria do Palmeiras conhece Luxemburgo muito bem.

Então, estou convencido de que o comentário de Luxemburgo sobre a saída de Keirrison foi o que menos pesou na hora de mandá-lo embora. Eles queriam se livrar dele, mesmo.

O fato é que Luxemburgo é um técnico caro demais para os padrões do futebol brasileiro. Pelo que andei lendo, ele e a sua comissão técnica ganhavam R$ 1 milhão mensais.

E segundo o jornal 'Lance!', o déficit mensal do Palmeiras é de R$ 2 milhões mensais. Assim, Luxemburgo e cia. eram, sozinhos, responsáveis por metade do déficit do Palmeiras. E pelo que ele ganhava, vencer apenas 1 Paulistão em cerca de 18 meses é muito pouco. Quem ganha tudo isso, tem que ser campeão, no mínimo, do Brasileirão e da Libertadores.

Luxemburgo, me parece, quer cobrar dos clubes mais do que ele vale e mais do que ele merece pelos títulos que conquista. E cobra muito mais do que os clubes têm, efetivamente, condições de pagar.

Se continuar agindo assim, dificilmente ele terá mais espaço em grandes clubes do futebol brasileiro, que estão, praticamente todos, enfrentando graves dificuldades financeiras. Somente dirigentes malucos irão querer contratá-lo. Se bem que até existem alguns deles por aí...

O fato é que nenhum clube brasileiro tem mais condições de ficar pagando tanto por um técnico que ganha tão poucos títulos.

No começo da semana passada ouvi numa emissora de rádio que o Palmeiras queria reduzir os gastos com a sua comissão técnica em 20%. E é claro que Luxemburgo não aceitaria uma coisa dessas, pois ele quer ganhar sempre mais. Quando ouvi a notícia, pensei comigo: o Luxemburgo está com os dias contados no Palmeiras. Não deu outra!

Sou dos que pensam que o elenco do Palmeiras é bom, sim, quando se pensa na realidade atual do futebol brasileiro. Não há nenhum timaço no Brasil atualmente. Temos várias equipes que estão mais ou menos dentro de um mesmo nível: Corinthians, Palmeiras, Inter, São Paulo, embora o Timão do Parque São Jorge me pareça estar acima dos demais neste momento, tanto que o seu time titular perdeu apenas um jogo em 2009, para o Atlético-PR, na Arena da Baixada, por 3 X 2, em meio à decisão do Paulistão, que Mano e o elenco corintiano queriam e muito vencer.

Aliás, quanto ao tricolor paulista, entendo que o time irá engrenar somente agora, que o Muricy saiu, pois o trabalho deste em 2009 foi muito ruim. Ele não deu padrão de jogo para o São Paulo e nem definiu um time titular e já estamos no meio do ano. Muricy é um excelente técnico, mas errou demais neste ano e seu relacionamento com os principais jogadores do elenco tricolor estava, visivelmente, desgastado.

Quanto ao Palmeiras, o time foi eliminado da Libertadores jogando melhor do que o Nacional. Para mim, se o clube contratar um bom técnico, o Palmeiras terá tudo para ficar entre os 4 primeiros deste Brasileirão e, até, brigar pelo título.

E pelo que Obina mostrou ontem no empate contra o Santos (aliás, empatou porque teve 2 pênaltis para o Palmeiras que o árbitro não marcou) a torcida não sentirá muita falta de Keirrison, não.

domingo, 21 de junho de 2009

Corinthians ganha fácil do São Paulo, com Olé e tudo! Fla goleia o Inter! Santos perde do Atlético-MG na Vila Belmiro!


O Corinthians ganhou, até com certa facilidade, do São Paulo, hoje, no Pacaembu, por 3 X 1, chegando até a dar 'olé' no tricolor paulista, tal como já havia acontecido na segunda partida da semi-final do Paulistão. E esta também foo a terceira vitória consecutiva dos corintianos sobre o rival do Morumbi.

O que me impressionou foi a facilidade com que a vitória corintiana foi alcançada. No primeiro tempo, o Timão ainda deu espaço para o São Paulo jogar, mas embora esse tenha tido 60% de posse de bola, criou poucas chances reais de gol e errou demais. Bastou um contra-ataque do Corinthians para o time do Parque São Jorge abrisse o marcado, com Cristian.

Porém, durante a partida, fiquei impressionado com a diferença abissal existente, hoje, entre os 2 times. Enquanto o Corinthians é um time bem arrumado taticamente, bem organizado, os jogadores correm o tempo inteiro, dão o sangue pelo time, o São Paulo é um time apático, que erra demais e desmorona depois que leva o primeiro gol. Daí, os tricolores começam a arrumar confusão, dar murro e pancadas nos adversários. Esquema de jogo? esqueça. Isso é coisa do passado. O São Paulo parece mais um amontoado de jogadores e está um verdadeiro fim de feira. Se não tomar cuidado poderá brigar para não cair para a Série B.

Quanto ao Timão ele é, de fato, o melhor time do Brasil no momento. Mesmo depois que perdeu 2 titulares durante o jogo, por contusão muscular (o Marcelo Oliveira e o Cristian), o time continuou jogando bem e dominando a partida.

Assim, o Timão jogou a maior parte do tempo com um time misto, pois ficou desfalcado de Alessandro, André Santos, Dentinho, Cristian e Marcelo Oliveira. Nem assim o São Paulo foi páreo para o Corinthians.

Hoje, o Corinthians é o melhor time do Brasil, sem dúvida alguma.

Enquanto isso, o Internacional, com quase o mesmo time que enfrentou o Corinthians na quarta-feira, pela final da Copa do Brasil, foi goleado pelo Flamengo, por 4 X 0, em pleno Maracanã, sendo que Adriano marcou 3 gols. Isso prova o que eu digo: o Inter, sem D'Alessandro e Nilmar, principalmente, vira um time comum, sem brilho. Embora Taison também tenha desfalcado o time contra o Flamengo, os ultimos resultados mostram que o Colorado gaúcho não é o bicho-papão que tanto se falou por aí no início do Brasileirão. Inclusive, o Inter não vence há 5 jogos consecutivos (empatou com o Cruzeiro, perdeu do Coritiba, empatou com o Vitória, perdeu do Corinthians e, agora, foi derrotado pelo Flamengo).

E o Santos foi derrotado pelo Atlético, por 3 X 2, em plena Vila Belmiro. Mas, o time praiano foi prejudicado porque o árbitro, Djalma Beltrami, anulou um gol legítimo do time da Baixada Santista. Esta é, portanto, a segunda partida em que o Atlético-MG se beneficia com um erro grave de arbitragem. O primeiro erro ocorreu na estréia, contra o Grêmio, quando Wilson L. Seneme marcou um pênalti inexistente a favor do Galo nos minutos finais do jogo, que resultou na vitória do time mineiro.

Já o time misto do Cruzeiro, que enfrentará o Grêmio pela Libertadores na quarta-feira, perdeu por 4 X 2 para o Barueri, que faz uma boa campanha, tal como o Santo André também que, ontem, derrotou o Sport por 2 X 1 no ABC Paulista.

E o Palmeiras empatou em 2 X 2 com o Atlético-PR, na Arena da Baixada, em partida também disputada ontem, sendo que o árbitro anulou um gol legítimo de Obina no segundo tempo. Porém, como o Palmeiras ganhou 2 jogos seguidos, contra Vitória e Cruzeiro, com uma imensa ajuda da arbitragem, os palmeirenses não podem reclamar de nada.

O Náutico perdeu do Coritiba, por 1 X 0, ontem, no Estádio dos Aflitos. O Avaí abriu 2 X 0 sobre o Fluminense, permitiu o empate do tricolor carioca, mas venceu com um golaço no final, fechando o jogo em 3 X 2. Já o Grêmio empatou em 2 X 2 com o Goiás, no Estádio Olímpico. Enquanto isso, Vitória 4 X 3 Botafogo, em Salvador, proporcionaram o jogo com o maior número de gols desta rodada do Brasileirão.

Diretoria incompetente e amadora do São Paulo demite Muricy!


Muricy é um técnico competente, sem dúvida alguma, mas o elenco são-paulino deste ano, segundo ele mesmo, está repleto de 'vaidades exaltadas'. Todos querem ser titulares e cada um dos jogadores só pensa em si. Não existe unidade alguma dentro do atual elenco tricolor.

Em entrevista concedida ao jornal 'Lance!' deste Domingo, Muricy disse que fica difícil fazer um bom trabalho quando os jogadores não gostam um dos outros. Traduzindo: o elenco tricolor está rachado e o clima entre os jogadores é péssimo.

Se este é o problema, então é claro que a diretoria são-paulina errou feio em demitir Muricy. Ela deveria ter iniciado um processo de renovação do grupo de jogadores, mandando embora aqueles que estão promovendo a desagregação do ambiente entre eles.

E o próprio Muricy deveria receber 'carta-branca' para promover tal renovação no elenco do São Paulo. Competência para isso ele tem de sobra.

Mas, como Muricy somente tinha o apoio do presidente Juvenal Juvêncio para permanecer no cargo, enquanto os demais diretores queriam mandá-lo embora há muito tempo, bastou o time jogar mal e ser eliminado da Libertadores pela 4a. vez consecutiva (o que é normal, pois é um torneio difícil de ser vencido... Basta ver que nos últimos anos nenhum time conseguiu vencê-lo 2 vezes seguidas... a cada ano o campeão muda) para que o presidente do tricolor fosse colocado contra a parede pelos demais diretores do clube e demitisse o treinador tricampeão brasileiro.

Agora, a renovação do elenco terá de ser feita por um técnico novato, que terá uma dura missão pela frente. E quando se renova um elenco é quase impossível obter bons resultados no curto prazo.

Além disso, o novo técnico, coitado, será bastante cobrado pela torcida, que se acostumou a ver o São Paulo ser campeão todos os anos. Logo, Ricardo Gomes será sempre comparado com Muricy e irão querer que ele conquiste o Campeonato Brasileiro deste ano de qualquer jeito.

Assim, como a cobrança será imensa, bastará Ricardo Gomes perder 2 ou 3 jogos seguidos para que a torcida tricolor comece a gritar 'É Muricy!!!' nos jogos do São Paulo. E quando isso acontecer, Ricardo Gomes irá pular fora, é claro.

Aliás, creio que somente um doido aceitaria ser, hoje, técnico do São Paulo, pois a imensa maioria da torcida tricolor aprova Muricy e irá exigir de qualquer novo treinador que o mesmo obtenha resultados tão bons quanto aqueles que Muricy conquistou. E é claro que as chances disso acontecer são, para dizer o mínimo, muito remotas.

Portanto, existe uma grande possibilidade de que o São Paulo entre num período de grande instabilidade, com técnicos entrando e saindo do clube a todo momento, e fique sem conquistar novos títulos por um bom período de tempo.

Daí, quando a 'vaca estiver indo para o brejo', haverá uma imensa pressão da torcida são-paulina pelo retorno de Muricy e a diretoria do clube será obrigada a contratá-lo novamente e, nesta situação, ele terá condições de exigir muito mais poder do que teve nesta sua passagem pelo São Paulo.

Aliás, a declaração de Muricy de que ficará parado por uns tempos, descansando, talvez já leve em consideração esta possibilidade, ou seja, de que será convidado em um futuro breve para treinar o São Paulo novamente.

Aliás, se Muricy pensa assim, eu penso a mesma coisa. No máximo, até o começo de 2010, Muricy será, de novo, o treinador do São Paulo. Quem viver, verá.